Um novo tipo de terapia contra o câncer que "desativa o freio" do sistema imunológico humano e é considerada uma nova esperança para a cura da doença acaba de ser premiada com o Nobel de Medicina. Esse é o objeto de pesquisa dos imunologistas James P. Allison, dos Estados Unidos, e Tasuku Honjo, do Japão, que foram anunciados nesta segunda-feira como os vencedores do Nobel.

A Assembleia Nobel do Instituto Karolinska de Estocolmo, na Suécia, disse que as terapias pela inibição da regulação imune negativa são "um marco" na luta contra o câncer.

As descobertas "transcendentais" feitas por ambos os cientistas "estabeleceram um princípio completamente novo" no campo da oncologia e permitem "aproveitar a habilidade do sistema imunológico para atacar as células cancerígenas", disse a academia em um comunicado.

A imunoterapia, que mira mais especificamente nas células cancerígenas, é considerada uma nova fronteira nos tratamentos contra o câncer. No entanto, ela funciona em aproximadamente 15 a 20% dos pacientes. Os cientistas ainda não sabem exatamente quem vai se beneficiar e o porquê.

Desativando o 'freio' do sistema imunológico

Tanto Allison quanto Honjo estudaram proteínas que impedem que as principais células de defesa do corpo, as células T, ataquem as células cancerígenas.

Quando o sistema imunológico detecta a presença de ameaças no organismo, como vírus e bactérias, estas células se agarram às substâncias exógenas, o que estimula uma resposta imunológica de larga escala.

Diversas proteínas mensageiras também estão envolvidas nesse processo. Algumas potencializam a resposta do sistema imunológico e outras servem como freios, prevenindo uma resposta exagerada.

No caso do câncer, o sistema de defesa do corpo nem sempre consegue identificar os tumores e atacá-los. É neste ponto que os trabalhos dos dois pesquisadores provaram ser revolucionários.

Allison, que tem 70 anos e é professor na Universidade do Texas, estudou no início dos anos 1990 a proteína CTLA-4, que funciona como uma espécie de freio do linfócito T.

Honjo, de 76 anos e professor na Universidade de Kyoto, descobriu em 1992 outra proteína na superfície dos linfócitos T: a PD-1, que também freia as células imunológicas, mas com outro mecanismo.

Desde então, ambos passaram a desenvolver medicamentos que possam inibir a atividade dessas proteínas, estimulando o sistema imunológico a atacar tumores.

As terapias baseadas em suas pesquisas foram "impressionantemente eficientes" e tiveram sucesso no tratamento de pacientes com diferentes tipos de câncer, segundo a Assembleia do Nobel.

Desde então, a CTLA-4 foi usada no tratamento do melanoma (câncer de pele) avançado, enquanto a PD-1 tem sido utilizada contra tumores de pulmão, renais, linfoma e melanoma. Novos estudos indicam que se ambas as terapias forem combinadas, o tratamento pode ser, inclusive, mais eficiente.

As terapias também produzem efeitos colaterais, como reações autoimunes do corpo. Os pesquisadores agora buscam 

maneiras de reduzir estes efeitos.

Fonte: BBC Brasil


Analfabetismo no Brasil cai entre 2016 e 2018 de 7,2% para 6,8%

É o que revela pesquisa do IBGE O analfabetismo no Brasil caiu entre 2016 e 2018. Na faixa entre 15 anos ou mais, passou de 7,2% em 2016 para

Resultado da primeira chamada do ProUni está disponível

O resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) está disponível na página do programa. Para assegurar a bolsa de

Mulheres aumentam escolaridade em relação aos homens

O ano de 1991 foi um marco para o perfil da mulher no mercado de trabalho porque, pela primeira vez, o nível de escolaridade feminina superou o

Termina prazo de matrícula e de adesão à lista de espera do Sisu

Esta segunda-feira, 17, é o último dia para que os estudantes selecionados na chamada regular do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) façam a

Prouni 2019.2 divulga resultado da primeira chamada amanhã (18)

O Programa Universidade para Todos (Prouni) 2019 divulgará amanhã o resultado da 1ª chamada, no site do programa e das Instituições de Ensino

Candidatos têm até esta sexta-feira para se inscrever no Prouni

Ao todo, serão ofertadas para o segundo semestre deste ano 169.226 bolsas de estudos em instituições particulares de ensino superior Esta

Simulador perde obrigatoriedade e aulas práticas para tirar CNH

Contran também diminuiu de 25 para 20 horas número de aulas práticas O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, disse hoje (13) que o

Prouni 2019: candidatos têm até amanhã para concorrer a bolsas de

Seguem abertas até amanhã as inscrições para as bolsas de estudo ofertadas pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) referente ao segundo

Teixeira: Aulas na rede municipal de ensino retornam nesta

Teixeira de Freitas: Em assembleia realizada nesta quinta-feira (13) os professores decidiram retomar as aulas nesta sexta-feira (14), com cerca de

Timóteo se reúne com diretoria da UFSB e discute parcerias em

Na manhã desta quarta-feira (12) foi realizada na sede da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) em Teixeira de Freitas uma reunião entre o

Nossos Apoiadores: