O Brasil tem seis universidades a menos classificadas entre as mil melhores do mundo, segundo o ranking divulgado anualmente pela publicação britânica Times Higher Education (THE), um dos principais em avaliação do . É o segundo ano consecutivo que o País perde espaço na lista. Na edição deste ano, são 15 brasileiras ante 21 no ano passado e 27, em 2016. 

Phil Baty, diretor editorial da publicação, diz que a saída de instituição entre as mil melhores alerta para um "quadro sombrio" no Brasil, com os cortes no financiamento. "Você simplesmente não pode alimentar instituições de pesquisa de nível mundial com cortes de financiamento, e os sérios problemas econômicos enfrentados pelo Brasil não são um bom presságio para o futuro.

O declínio de financiamento e os declínios no ranking podem alimentar um círculo vicioso, com os talentos saindo do país. O Brasil precisa encontrar uma maneira de obter recursos vitais em suas universidades, públicas ou privadas, para revitalizar o sistema e conter o declínio”.

A (USP) segue como a primeira do País, em um grupo que está entre 251 e 300 melhores universidades. Após a posição nº 200, o ranking deixa de considerar as instituições de forma unitária e passa a considerá-las por grupos.

No ano passado, a universidade também estava neste grupo, embora a pontuação tenha tido ligeira melhora em itens como ambiente de ensino, impacto das citações e perspectiva internacional. O que pesou para a universidade foi a queda da pontuação de pesquisa, segundo informa a equipe da THE, em nota.

A é a segunda instituição brasileira melhor avaliada, como no ano passado. Apesar da ligeira melhora na pontuação geral, também teve queda na avaliação em pesquisa. 

Apesar de ter menos universidades entre as mil melhores, a presença do Brasil no ranking foi maior neste ano (com 36, ante 32 no ano ano passado) já que a edição classificiou 1,1 mil instituições. Para isso, foram ranqueadas 1.250 universidades de 36 países. 

A avaliação do THE utiliza informações como número de citações em pesquisa, o nível de internacionalização, o grau de titulação dos professores, a transferência de conhecimento para a sociedade e outros aspectos.

Fonte: Estadão Conteúdo


Estudante de escola paga tem o dobro da chance de entrar na faculdade

Segundo a pesquisa, 79,2% dos estudantes que completam o ensino médio na rede privada ingressam no ensino superior. Na rede pública, esse

A epidemia de peste que quase dizimou a humanidade 5 mil anos atrás

Restos mortais de uma mulher de 20 anos que foi morta pela primeira grande pandemia. A peste bubônica - também conhecida como peste negra - é

No dia 15 de dezembro SAC de Teixeira vai atender exclusivamente

Teixeira de Freitas: O projeto Pequeno Cidadão, que facilita acesso de crianças de até 10 anos de idade para emissão de carteira de

Nasce primeiro bebê por transplante de útero de falecida

Detalhes do procedimento, realizado inteiramente no Hospital das Clínicas da USP, foram divulgados nesta terça (4) na revista médica The

Especialistas encontram falhas na nova Base Nacional Comum Curricular

Com a BNCC, estados terão que reelaborar currículos. Além disso, precisam garantir que alunos aprendam conteúdo básico e possam optar por mais

Caravelas e Polícia Militar assinam convênio para implantar ensino

Caravelas: A assinatura aconteceu nesta terça-feira, dia 04, firmando o convênio de cooperação técnica entre a Polícia Militar da Bahia

Estudantes usam guarda-chuva durante aula por causa de goteiras

Guaratinga: Alunos da escola municipal Renascer I, em Guaratinga, precisaram usar um guarda-chuva dentro da sala de aula para se proteger da grande

Proerd realiza formatura de 850 alunos da rede municipal de Teixeira

Teixeira de Freitas: Mais uma edição de sucesso. Cerca de 850 alunos das turmas de 5° ao 7° ano do ensino fundamental das Escolas Municipais

Estudantes baianos conquistam medalhas na Olimpíada de Matemática

Os estudantes da rede estadual conquistaram medalhes na 14ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP),

Peixe pode guardar o segredo para reparar corações danificados

Três partes do genoma destes peixes permitem que eles mesmo 'se curem' As taxas de sobrevida de pessoas com insuficiência cardíaca praticamente

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: