A maior onda já documentada no hemisfério sul na história moderna tinha 23,8 metros de altura

Em maio de 2018, cientistas documentaram nas Ilhas Campbell, na Nova Zelândia, a maior onda já registrada no hemisfério sul na história moderna. Ela media 23,8 metros de altura.

Você consegue imaginar uma onda quase 70 vezes maior?

Há 65 milhões de anos, um asteroide de 14 quilômetros de diâmetro atingiu a Terra com consequências catastróficas. O impacto abriu uma cratera de 180 quilômetros de diâmetro, cujo centro está localizado na atual Península de Yucatán, no México.

Conhecido como asteroide de Chicxulub, nome da cidade mais próxima à cratera, o corpo celeste seria parte de um asteroide muito maior que, após uma colisão no espaço, se dividiu em vários fragmentos.

Entre outras coisas, ele pode ter ajudado a dizimar os dinossauros, que eram os vertebrados terrestres dominantes.

Agora, pesquisadores do Departamento de Ciências da Terra e Meio Ambiente da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, afirmam que o asteroide também gerou um tsunami, responsável por uma destruição sem precedentes.

Força da água

Segundo a equipe de cientistas, o enorme impacto fez com que o asteroide afundasse a 1,5 mil metros de profundidade nos dez minutos que se seguiram à colisão.

A força um tsunami nunca visto.

Estima-se que a potência dele foi 29 mil vezes maior do que a do terremoto e do subsequente tsunami que matou mais de 200 mil pessoas no Oceano Índico em 2004.

Por meio de uma simulação, os pesquisadores concluíram que o impacto do asteroide Chicxulub gerou uma onda de 1,6 mil metros de altura - quatro vezes maior que o Empire State Building, em Nova York.

Nos primeiros metros, o tsunami chegou a alcançar velocidades superiores a 140 quilômetros por hora, segundo os cientistas. Essa onda gigante inicial gerou centenas de réplicas menores que percorreram boa parte do planeta em alta velocidade.

Nas primeiras 24 horas, os efeitos do impacto do tsunami se estenderam do Golfo do México ao Atlântico.

"O asteroide Chicxulub causou um enorme tsunami, como nunca foi visto na história moderna", afirmou Molly Range, principal pesquisadora do projeto, ao site de notícias científicas Live Science. "Só no início deste projeto que me dei conta da escala real do tsunami". Sem dúvida, um divisor de águas para o nosso planeta.

Fonte: BBC News


Asteroide passa próximo da Terra

Nasa registrou o 2019 AG3, com tamanho comparável ao de um avião, a uma distância de 4,9 milhões de quilômetros do planeta O asteroide 2019

As Notas do Enem serão divulgadas nesta sexta

Nesta sexta-feira, 18, mais de 4,1 milhões de estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado terão acesso às notas

Após golpe na cabeça homem vira um gênio da matemática

Jason Padgett com visual dos anos 80: 'Aquele estereótipo do idiota que você vê entrando em um bar... Este era eu' Foi literalmente um golpe

Secretaria mobiliza educadores para a Semana Pedagógica 2019

Com o objetivo de planejar o ano letivo de 2019, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia realizará, entre os dias 4 e 8 de fevereiro, a

Veja dicas para se aposentar antes dos 40 anos

Aposentar-se cedo é o desejo de muitas pessoas, mas que parece distante da realidade. Porém, é possível que isso aconteça, desde que indivíduo

As espécies de animais que perdemos em 2018

Um tributo a todas as espécies extintas O ano de 2018 foi marcado por tristes notícias quanto à sobrevivência de vários animais. Quem não

Por que a estrela mais brilhante da galáxia é invisível a olho nu

Eta Carinae, estrela mais luminosa da Via Láctea, perderá nuvem de poeira que hoje ofusca seu brilho quando vista da Terra. Apesar de brilhar

A árvore que guiou a história humana e sustenta vida de milhares de

Há mais de 2 mil anos, o galho de uma importante árvore foi cortado sob ordens de Ashoka, o Grande, imperador da Índia. Diz-se que foi embaixo

Astrônomos flagram buraco negro 'devorando' estrela

Um telescópio a bordo da Estação Espacial Internacional captou sinais de um buraco negro "devorando" uma estrela. As imagens, detectadas em março

Lançado em julho de 2018, livro sobre Japonês da Federal vende mais

O livro que conta histórias do ex-agente da Polícia Federal, Newton Ishii, conhecido como o Japonês da Federal, já ultrapassou a marca de 10

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: