Decisão não vê ilegalidades no contingenciamento de recursos

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) aceitou nesta quarta-feira (12) recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e derrubou a decisão da Justiça Federal da Bahia que suspendeu, na semana passada, o contingenciamento de verbas de universidades federais e de outras instituições públicas de ensino.

Na decisão, o desembargador Carlos Moreira Alves, presidente do tribunal, entendeu que não há ilegalidades no bloqueio temporário de recursos, que também ocorreu nos demais órgãos do Poder Executivo, não somente no Ministério da Educação, segundo o magistrado.

"A programação orçamentária e financeira não afetou apenas a área da Educação, mas a de todos os demais ministérios do Poder Executivo, deixando ver a impessoalidade da medida necessária para a busca do equilíbrio fiscal e do aprimoramento da gestão dos recursos públicos, indispensável para o alcance da estabilidade econômica do país", decidiu o desembargador.

Na sexta-feira (7), a juíza Renata Almeida de Moura, da 7ª Vara Federal de Salvador, atendeu a pedido feito em oito ações populares contra o contingenciamento de verbas, que foi anunciado pelo governo federal no fim de abril. Em todos os casos, há questionamento acerca do volume de bloqueios, bem como em relação aos critérios adotados pelo MEC na distribuição dos limites orçamentários.

AGU

No pedido de derrubada da liminar, a AGU citou que o Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do 1º Bimestre de 2019 indicou a necessidade de contingenciar R$ 29,6 bilhões no âmbito do Poder Executivo Federal. “Desta forma, foi editado o Decreto nº 9.741/19, que afetou não somente a Educação, mas todos os ministérios – o da Defesa, por exemplo, teve 52,3% dos recursos para despesas discricionárias bloqueados”, divulgou, em nota, o órgão.

A AGU argumenta que o bloqueio foi feito em estrito cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, que determina que o Poder Público deve limitar a movimentação financeira sempre que a arrecadação não for compatível com as metas de resultado primário ou nominal e avalia que este seria o caso de aplicação da lei.

Fonte: Agência Brasil


De acordo com Inep, este ano o Enem terá um custo de R$ 105,52 por

Os valores correspondem a gastos que vão desde a elaboração até a impressão O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 deverá custar,

Psicólogos e assistentes sociais nas escolas são necessários?

Veto do governo federal aos profissionais divide opiniões O projeto de lei 3.688/2000, que previa a presença de psicólogos e assistentes sociais

Trabalhadores em Educação do município de Nova Viçosa realizam

Nova Viçosa: Ocorreu nesta quarta-feira, 09 de outubro, uma paralisação dos Trabalhadores em Educação do Município de Nova Viçosa, promovida

BIBLIOTECA CEO. Uma viagem literária.

Teixeira de Freitas: Contando com um acervo de mais de 300 títulos catalogados em seu sistema, a Biblioteca da escola CEO proporciona aos seus

Setembro amarelo: Ceo Educacional realiza 1º café literário, com o

Teixeira de Freitas: No dia 27 de setembro de 2019 o Ceo Educacional promoveu o 1º Café literário, com o tema doenças psicológicas e seus

Contagem regressiva: faltam 30 dias para o Enem 2019

A primeira prova será aplicada no dia 03 de novembro Faltam apenas 30 dias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e mais de 5 milhões

Forma de ensino na escola é fundamental para o desempenho do aluno

Escolas públicas de ensino médio, no Brasil, não oferecem condições satisfatórias de aprendizado, diz pesquisa Apenas 2% das escolas públicas

Prazo do Prouni é prorrogado para 4 de outubro

Novo calendário é para as bolsas remanescentes Candidatos que já estão matriculados na instituição de educação superior (IES) ganharam mais

Pestalozzi de Teixeira de Freitas dá exemplo ao País e inaugurará

Teixeira de Freitas: A Associação Pestalozzi de Teixeira de Freitas inaugurará nos próximos meses, a Rádio WEB PESTALOZZI, uma iniciativa

Melhor projeto de Educação será revelado pelo Prêmio Educador

População ainda pode votar no projeto favorito  O Prêmio Educador Nota 10, que neste ano chega a sua 22ª edição, anuncia nessa segunda (30) o

Nossos Apoiadores: