Pela categoria 7,5km Sprint + 7,5km Esquiatlo do Esqui Cross Country, esquiadora vence a veterana norueguesa Marit Bjoergen, que faz história ao levar a prata

A Suécia é o primeiro país a garantir uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018. Em final realizada na madrugada deste sábado, no Brasil, a esquiadora Charlotte Kalla conquistou o ouro no Esqui Cross Country na categoria 7,5km Sprint + 7,5km Esquiatlo, com um tempo de 40:44:9’. A veterana norueguesa Marit Bjoergen, bicampeã da categoria, ficou com a prata, com o tempo de 40:52.7, enquanto a finlandesa Krista Parmakosi ficou em terceiro, anotando 40:55.0. Depois do vice em Sochi, essa é a primeira medalha de ouro de Kalla na categoria. Já Bjoergen se tornou a mulher com maior número de medalhas olímpicas na história, com 11, sendo seis de ouro.

“Estava um pouco nervosa, porque a Olimpíada de Inverno é algo que eu estou focada por muito tempo. Me senti bem durante a temporada mas sei que o que importa mesmo é estar em forma na Olimpíada. Foi incrível e muito divertido competir hoje. Tive a impressão que ficaria mais forte se eu tentasse fazer alguma coisa na última volta e não esperar muito. Só reparei que venci na linha de chegada. Eu não quis olhar para trás antes, só foquei e dei o meu máximo o tempo todo. Foi uma felicidade muito grande e também um alívio, mas grande parte do tempo foi pura alegria”, declarou Kalla.

A prova começou com um ritmo muito forte da sueca. Ela liderou nos primeiros quatro quilômetros de prova, sendo ultrapassada por Victoria Cal, da Alemanha, depois de 10 minutos de competição. A vantagem da alemã, no entanto, não durou muito tempo. Eis que apareceu a maior campeã olímpica da história do esporte: Bjoergen. Por quase sete quilômetros, ela liderou o pelotão, mas sempre perseguida de perto pelas adversárias.

Depois da metade da prova, Kalla retomou a ponta, mas voltou a ser ultrapassada. Três competidoras alternaram, no último terço de prova, a liderança: a suíça Nathalie Von Siebenthal, a sueca Charlotte Kalla e a norueguesa Marit Bjoergen. Nos últimos três quilômetros, a sueca começou a abrir vantagem, que chegou a quase 10 segundos. Com uma distância considerável, a nova campeã olímpica cruzou a linha de chegada com uma tranquilidade nada comum de uma Olimpíada.

Essa é a terceira medalha de Kalla em Olimpíadas. Ela foi campeã em 2010 nos 10 km individuais, e também conquistou o quatro por 5 km em 2014. Apesar de ter vencido, a esquiadora ainda não ganhou sua medalha. A sueca deve receber das mãos de Thomas, Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional, neste sábado por volta das 8h (de Brasília).

Em 57ª, coreana fica longe de vencer em casa - Lee Chaewon foi a primeira Coreana a disputar uma competição que envolvesse medalha em sua país natal. Mesmo com o fator casa e com às chances pequenas, ela não foi bem na final da categoria 7,5km Sprint + 7,5km Esquiatlo. Lee terminou a prova em 57ª.

Fonte: Globo Esporte

Bahia recebe o Náutico e busca encaminhar vaga no Nordestão

Uma estreia de temporada com derrota em casa na Copa do Nordeste. O pior início do time na história do Campeonato Baiano (um triunfo, dois

Brasileira obtém vaga inédita na final da patinação artística

Isadora Williams ficou em 17º lugar nos Jogos Olímpicos de Pyeongchang Isadora Williams está na final da patinação artística dos Jogos

Após criticar Neymar, Casagrande pode ficar de fora da Copa

Globo terá de escolher entre ter Casagrande comentando a seleção no mundial, ou conseguir se reaproximar de Neymar As críticas a Neymar após

Sul-Americano  feminino de vôlei começa nesta terça-feira

Brasileiras se juntam a quatro clubes estrangeiros para disputa do torneio de vôlei em Belo Horizonte A bola vai subir na Arena do Minas. Nesta

Giba se defende sobre pensão para filhos: ‘pago um valor justo’

Ex-jogador de vôlei disse que ex-mulher pede valor incompatível com os seus rendimentos atuais; Cristina Pirv contou que pode provar falta de

Hondurenho é barrado nos EUA e o baiano Robson terá novo rival

Baiano enfrentará o americano Ignacio "El Alacran" Holguin O baiano Robson Conceição terá novo adversário na sua sexta luta como pugilista

Radialista é demitido após comentário sexual

Patrick Connor se desculpou após ser recriminado pelos comentários Um radialista foi demitido após fazer comentários públicos de cunho sexual

Americanas e canadenses brigam em partida de hóquei 

Em duelo com vitória do Canadá, jogadoras se estranham no fim da partida Estados Unidos e Canadá sempre protagonizam grandes jogos no hóquei

Mega-Sena acumula e sorteará R$ 100 milhões no sábado

O concurso 2.015 da Mega-Sena poderá pagar R$ 100 milhões a quem acertar as seis dezenas neste sábado (17).  No sorteio dessa quarta-feira

Americana faz movimento histórico na patinação em Pyeong Chang

Mirai Nagasu diz que caiu diversas vezes ao tentar nos treinos o Triple Axel que ajudou os EUA a conquistarem a prata por equipes; família é

Nossos Apoiadores: