O Corinthians voltou a apresentar os mesmos erros dos últimos jogos e perdeu para o Cruzeiro por 1 a 0 nesta quarta-feira, 10, no Mineirão, no primeiro duelo da final da Copa do Brasil. O ataque, mais uma vez foi ineficiente e não chutou a gol. O setor defensivo deu espaço e Thiago Neves deitou e rolou. O jogador infernizou a zaga corintiana e marcou o gol da vitória no finalzinho do primeiro tempo.

Agora, o time de Jair Ventura precisa ganhar por dois gols de diferença na próxima quarta, 17, em casa, para ficar com o título. Se vencer por um, levará a decisão para os pênaltis. O Cruzeiro conquista o seu sexto título da Copa do Brasil, sendo o segundo consecutivo em caso de empate.

O jogo

Nos minutos iniciais da partida desta quarta, o Corinthians deu a impressão de que estava disposto a sair mais para o jogo. A postura era completamente diferente daquela contra o Flamengo, no Maracanã, no duelo de ida da semifinal. Romero estava ligado e era quem tentava mais buscar o jogo. O Cruzeiro tinha um pouco mais de posse de bola, mas não conseguia chutar a gol.

As coisas começaram a mudar a partir dos 18 minutos e graças a Thiago Neves. O meia estava inspirado e tratou de infernizar a zaga corintiana. Ele primeiro obrigou Cássio a defender chute cruzado. Na sequência, cabeceou para fora. Um pouco depois, chutou cruzado e mandou na trave. E não parou de insistir, tanto que foi dele o cruzamento na cabeça de Léo, que obrigou Cássio a fazer um milagre.

O Corinthians tinha dificuldade para chegar à área adversária e foi recuando. Nas arquibancadas, a torcida em muito menor número do que a do time mineiro cantava mais alto e tentava empurrar o time. Já Cássio buscava esfriar o jogo. Caiu pelo menos duas vezes e pediu atendimento médico. Mas o árbitro não foi na dele e deu cinco minutos de acréscimos. Com Gabriel dando espaço na marcação, Thiago Neves aproveitou. Aos 46, Egídio fez boa jogada pela esquerda e o camisa 10 desta vez mandou para as redes. A bola ainda tocou na mão de Henrique e entrou. O zagueiro já havia desviado uma bola para o próprio gol no segundo duelo da semifinal da Copa do Brasil contra o Flamengo.

Partida válida pelo duelo de ida da final do torneio nacional, realizada em Belo Horizonte

Jair Ventura optou por não mexer na equipe na volta do intervalo. E mesmo precisando buscar o empate, o time não conseguia reagir. Acabou, então, apostando em Pedrinho aos 15 minutos da etapa final, no lugar do apagado Clayson. Mas quem assustou foi Barcos ao aparecer na segunda trave e cabecear cruzado com perigo. Depois, Araos entrou na vaga de Mateus Vital, que também pouco produziu.

O Corinthians tinha mais posse de bola, mas era o Cruzeiro quem mais chegava perto do segundo gol. O time mineiro perdeu ainda mais uma chance em cabeceio de Dedé, que saiu à linha de fundo.

Depois, Jadson, outro apagado em campo, deu lugar a Emerson Sheik. Mas o Corinthians pouco conseguiu produzir e o Cruzeiro parecia satisfeito com o resultado. Nos acréscimos Araos cometeu falta dura no meio-campo e foi expulso. E Anderson Daronco apitou o fim da partida: 1 a 0 para o Cruzeiro na primeira final.

Os times terão compromissos no fim de semana pelo Campeonato Brasileirão. No sábado, o Corinthians fará clássico com o Santos no Pacaembu. Já o Cruzeiro jogará no dia seguinte com o Vasco em São Januário.

Fonte: Atarde


Origem da vida: LUCA, o antepassado dos seres vivos da Terra

E se pudéssemos fazer a árvore genealógica de toda a vida na Terra? Imagine que essa árvore seja grande o suficiente para que consigamos

Seleção masculina garante vaga no Mundial de basquete

Classificação foi confirmada após bater Ilhas Virgens na penúltima rodada das Eliminatórias das Américas A seleção brasileira masculina de

Flamengo oferta indenização por tragédia de 300 a 400 mil reais

Clube também oferece salário mínimo para as famílias durante 10 anos. Ministério Público queria indenização de R$ 2 milhões e mais R$ 10 mil

Mãe de Daniel presta depoimento e fica diante de acusados

É a primeira vez que Eliane Aparecida Correa Freitas se encontra com os réus do crime após a morte do jogador. Daniel foi morto em outubro do ano

Jogadores do Fluminense não treinam em protesto por salários

Em entrevista coletiva, diretor executivo de futebol Paulo Angioni confirma pendências com o grupo de atletas. Folha salarial do futebol é de cerca

Atleta morre após passar mal durante competição de natação

Um atleta de 50 anos morreu após passar mal durante uma competição de natação em Salvador, em uma praia que fica no Solar do Unhão, região

Suspensão médica pode impedir Anderson Silva de lutar no UFC

Spider leva gancho de 180 dias terá que ser liberado por oftalmologista Depois da derrota para Israel Adesanya, por decisão unânime, na luta

MP quer que Flamengo cumpra ordem de interdição do Ninho do Urubu

Promotores ameaçam entrar na Justiça caso o Centro de Treinamento continue aberto. A interdição da Prefeitura é de outubro de 2017. Uma

Promessa da natação japonesa é diagnosticada com leucemia

Rikako Ikee conquistou seis medalhas de ouro nos Jogos Asiáticos de Jacarta em 2018 A nadadora Rikako Ikee, uma das mais talentosas atletas do

Atlético de Madrid anuncia a renovação de contrato com Diego

De acordo com o clube espanhol, novo compromisso do técnico argentino vale até 2022 O Atlético de Madrid anunciou nesta quinta-feira a

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: