E se pudéssemos fazer a árvore genealógica de toda a vida na Terra?

Imagine que essa árvore seja grande o suficiente para que consigamos identificar o momento em que todas as espécies que hoje habitam o planeta - animais, plantas, bactérias - se originaram.

Essa viagem de retrospectiva teria quase 4 bilhões de anos. Na primeira linha, ela mostraria LUCA, o "parente" mais distante de todos os seres que hoje encontramos na Terra.

Quando a Terra se formou, há cerca de 4,6 bilhões, de anos não havia vida - ela apareceu alguns milhões de anos depois, na água.

LUCA não foi a primeira forma de vida que surgiu no planeta, mas aquela a partir da qual se desenvolveram os organismos que hoje conhecemos.

O nome vem da sigla em inglês Last Universal Common Ancestor, que se traduz como Último Ancestral Comum Universal e vem de um conceito que aparecia já na teoria da evolução de Darwin.

Água quente

LUCA não faz referência a um exemplar específico, mas a um tipo de organismo unicelular que evoluiu por milhões de anos.

Todos os seres vivos compartilham um código que traduz a informação contida no material genético - no DNA e no RNA - para viabilizar a produção dos aminoácidos que vão dar origem às proteínas - e, em última instância, à vida.

O mesmo aminoácido será formado pela mesma sequência de bases nitrogenadas, ainda que ele esteja presente em animais diferentes. É assim que, de alguma forma, todos compartilhamos um pouco de LUCA.

Ainda que não haja evidências físicas - como fósseis - desses organismos, estima-se, pelas características do planeta naquela etapa primitiva de desenvolvimento, que eles viviam em lagos geotérmicos nos quais a temperatura podia superar os 90ºC.

O habitat seria similar às fontes hidrotermais que existem no fundo dos oceanos, que são fissuras na crosta a partir das quais emerge fluido geotermal do interior da Terra.

Ou não tão quente

Um estudo recente, contudo, aponta que o ambiente em que LUCA vivia não seria aquele que os cientistas pensavam até então - mas um local bem mais "fresco".

Um grupo do Instituto Pasteur, na França, realizou análises genéticas e evolutivas que os levaram a concluir que nosso antepassado possivelmente não vivia em águas tão quentes.

Os pesquisadores avaliaram sequências de uma proteína chamada girase reversa, que está presente nos organismos capazes de suportar altas temperaturas.

As análises dos cientistas apontam que essa proteína não estava presente no LUCA e, por isso, dificilmente ele seria capaz de viver em ambientes extremamente quentes.

"A mera ausência (desta proteína) nos permite deduzir informações acerca da temperatura ótima para o crescimento de organismos extintos há muito tempo, tão antigos quanto o LUCA", diz um dos pesquisadores no estudo.

A Ciência continua buscando evidências concretas do LUCA no planeta - mas, se essa pesquisa estiver correta, há décadas estivemos procurando no lugar errado.

Fonte: BBC News


Vem aí a 7ª Edição da Corrida do Soldado em Itamaraju:

Itamaraju: O comandante da 43ª CIPM, Major Róbson Calmon, da cidade de Itamaraju, confirmou nesta quinta-feira, 18 de julho, que irá realizar a

Goleiro Bruno consegue progressão ao semiaberto

O goleiro Bruno Fernandes obteve nesta quinta-feira (18) o direito à progressão ao regime semiaberto. A decisão foi tomada no início da noite

2° Zonal: Vôlei Masculino de Teixeira conquista o título de

Caravelas: Nos dias 14 e 15 de Julho de 2019, aconteceu na cidade de Caravelas a Segunda Etapa da Liga de Vôlei do Extremo Sul da Bahia (LIVESB),

Daniel Alves chega em Salvador e é homenageado pelo governo

Capitão da Seleção é o jogador com maior quantidade de títulos no mundo O jogador baiano Daniel Alves, capitão da seleção brasileira e

Tite comemora vitória no Maracanã: "Templo maior do futebol"

O técnico da seleção brasileira de futebol masculino, Tite, concedeu uma entrevista coletiva após a vitória contra o Peru e destacou a

5 itens de viagem que valem a pena comprar

Quando se trata de selecionar itens de viagem, gastar mais agora significa economia do seu dinheiro mais tarde Viajar inclui despesas como

Com um a menos, Brasil supera o Peru e conquista a Copa América

A Copa América é do Brasil pela nona vez na história. Para colocar a mão na taça continental depois de 12 anos, a equipe do técnico Tite

'Muitas pessoas duvidaram bastante da gente', diz Daniel Alves

Um dos melhores jogadores em campo na vitória do Brasil sobre a Argentina, o lateral-direito Daniel Alves adotou tom de desabafo ao comentar a

Conmebol multa CBF por gritos homofóbicos de torcida

A Conmebol anunciou nesta quinta-feira, 27, que aplicou uma multa de US$ 15 mil (cerca de R$ 57 mil) à CBF por causa dos gritos homofóbicos de

Justiça espanhola decide que Neymar deve ser julgado em Barcelona

Jogador é suspeito de fraude fiscal e sonegação de impostos A Justiça espanhola decidiu que as suspeitas de fraude fiscal e sonegação de

Nossos Apoiadores: