Depois de um 2016 marcado por perdas significativas na lavoura, devido à seca causada pelo fenômeno climático El Niño, a Bahia apresentou em 2017 crescimento de 42,6% na produção de grãos em relação ao ano anterior. O aumento da produção, revelado em estimativas divulgadas ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), se deu principalmente em razão das chuvas que caíram, sobretudo, na região Oeste do estado.

A estimativa de 2017, atualizada em dezembro, para a safra baiana de cereais, leguminosas e oleaginosas (grãos), totalizou 8.078.077 toneladas – em 2016,  a produção foi de 5.665.096 toneladas. Com esse resultado, a Bahia foi responsável por 44,7% de toda a produção de grãos da Região Nordeste em 2017. Outras regiões do estado, contudo, continuam sendo afetadas pela seca.

As estimativas de 2017 indicam recuperação: na safra de 2014, a Bahia produziu 7,409 milhões de toneladas, número que caiu para 5,938 milhões de toneladas em 2015, de acordo com a Secretaria de Agricultura (Seagri).

Dos 34 produtos investigados pelo IBGE na Bahia, 13 tiveram safra maior em 2017: cereais, leguminosas e oleaginosas, feijão, milho, café conilon, soja, sorgo, arroz, milho, amendoim, mandioca, cebola, abacaxi e coco-da-baía. No Oeste da Bahia, as cidades mais produtoras são Barreiras, Luis Eduardo Magalhães, São Desidério e Formosa do Rio Preto.

Na região também há plantação de café arábica e conilon. Enquanto a produção do tipo arábica teve queda de 22,6% em 2017, por conta da estiagem dos últimos cinco anos, a colheita do conilon vem se recuperando após o bom volume de chuvas no ano passado. Segundo a Associação de Produtores de Café da Bahia (Assocafé), as lavouras do Extremo Sul devem produzir mais de 2 milhões de sacas em 2018.

Na liderança: As produções que mais cresceram no estado, segundo o IBGE, são as de feijão 2ª safra (233,83%); milho 2ª safra (150,98%) e café conilon (144,68%). Estima-se que cerca de 90% dos grãos produzidos pela Bahia em 2017 sejam oriundos do Oeste, o que equivale a 7,27 milhões de toneladas. A região produz a totalidade da soja baiana, quase 97% do algodão e 70% do milho. Segundo o Ministério da Agricultura, de janeiro a outubro, o complexo da soja (grão, farelo e óleo) da Bahia exportou 3,6 milhões de toneladas a 1,3 bilhão de dólares. Em 2016, as exportações foram de 2,4 milhões de toneladas. Neste ano, os produtores do grão pretendem ampliar a área produtiva em cerca de 5% – de 1,580 milhão de hectares para 1,6 milhão.

De acordo com analistas, a principal razão para o crescimento é o aumento do índice de chuvas no Oeste, que faz parte da maior fronteira agrícola do Brasil, o Matopiba, composto pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. O assessor de agronegócios da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Luiz Stalke, explica que a distribuição das chuvas foi melhor. “A diferença de chuvas nem foi tão grande entre 2016 e 2017: de 900 milímetros para pouco mais de mil. Mas, em 2017, elas foram bem mais distribuídas”, disse.
 
“Chuva era o que faltava para termos esse crescimento. Os produtores da região já possuem o domínio da produção, usam tecnologias de ponta. Nós vínhamos de uns cinco anos ruins, sem chuvas, que além de poucas eram mal distribuídas”.

Queda na inflação: O IBGE estimou que a área colhida em 2017 foi de 3.050.718 hectares, mantendo-se em crescimento de 12,1% em relação a 2016, quando havia 2.721.273 hectares de área plantada. Em relação a 2016 (42,6%), o crescimento previsto para a safra 2017 de grãos na Bahia se consolida acima da média nacional, que em dezembro totalizou 240,6 milhões de toneladas, 29,5% maior que em 2016: de 185,8 milhões de toneladas.

A área a ser colhida em 2017 (61,2 milhões de hectares) cresceu 7,2% frente a 2016 (57,1 milhões de hectares). “O aumento da produção este ano foi uma das razões para a queda da inflação com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechando o ano em 2,9%, abaixo do piso da meta fixada pelo governo federal, de 3%”, disse André Urpia, supervisor do setor de Disseminação de Informações do IBGE na Bahia.

A Bahia terminou 2017 como o oitavo estado produtor de grãos do país, responsável por 3,4% da safra nacional. Para 2018, a previsão da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) é de uma redução de 2,1% na colheita total de grãos na Bahia, devendo a safra fechar em 7,9 milhões de toneladas.

Fonte: Correio24h


Apresentador da Record é afastado após engravidar fiel da Igreja

Principal repórter do programa Balanço Geral em São Paulo, Matheus Furlan foi afastado de suas funções pela direção da Record após ter

Katy Perry anuncia que vai pausar a carreira musical

Com o encerramento da turnê 'Witness', a artista revelou que vai descansar Agora que a turnê Witness terminou, a cantora Katy Perry revelou,

Espanha e Portugal se preparam para a chegada de furacão

Tempestade chega à Europa dias depois de enchentes deixarem mortos no Mediterrâneo. O furacão Leslie deve atingir a Península Ibérica, onde

Centenas de moradores matam 300 crocodilos por vingança

O massacre foi em retaliação por um homem que teria sido morto por um crocodilo Moradores de um vilarejo na indonésia matou quase 300

Projeto "Faça uma Criança Feliz" promove momento de lazer em Rancho

Caravelas: Projeto Faça uma Criança Feliz, idealizado por vigilantes da Empresa Security, em parceria com as escolas Francisco Henrique dos

Ator José de Abreu critica Regina Duarte por apoio a Bolsonaro

Apoiador histórico do PT, o ator José de Abreu disparou uma série de críticas neste sábado (13) à atriz Regina Duarte por fazer campanha para

Em tarde de alegria, a Lajedão FM promoveu o Terceiro Evento do Dia

Lajedão: A Rádio Lajedão FM 104.9 promoveu na última tarde de sexta-feira (12/10), uma linda tarde de lazer, em comemoração ao Dia das

Frota será processado pela mãe de seu filho, após ataque na

Após Alexandre Frota ter sido eleito deputado, o ator teve um atrito com o filho Mayã nas redes sociais. O garoto é fruto do relacionamento de

Whindersson Nunes doará R$ 1 milhão para crianças com câncer no

O cachê milionário arrecadado com o show "Eita! Casei", para o Netflix, será destinado à Fundação Lar de Maria O

Suzano Papel e Celulose celebra aniversário de Mucuri

A Suzano Papel e Celulose celebra o aniversário de 249 anos de Mucuri, cidade que faz parte da história de desenvolvimento e transformações

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: