A Câmara aprovou na tarde desta quarta-feira, 6 de dezembro, projeto de lei com a previsão de punição de 5 a 8 anos de prisão para o motorista que, dirigindo alcoolizado, provocar a morte de alguém no trânsito.

Pela lei em vigor, a punição para quem provocar acidente fatal ao volante é de 2 a 4 anos de detenção, além da suspensão da habilitação. A lei, no entanto, não faz referência ao motorista alcoolizado.

O projeto é de autoria da deputada Keiko Ota (PSB-SP) e já havia sido aprovado pelo Senado. Agora, a matéria terá de ser sancionada pelo presidente Michel Temer para virar lei.

O texto de Ota já previa o aumento da pena para entre quatro e oito anos de prisão para motoristas que praticam homicídio culposo (sem a intenção de matar) sob efeito de drogas e álcool. Mas, no Senado, foi incluída emenda que aumenta ainda mais a pena.

Fonte: Gazeta Online

Previdência: Maia já prepara um discurso para engavetar a reforma

O presidente da Câmara está descrente que o governo reunirá os 308 votos necessários para aprovar a proposta Descrente de que o governo reúna

Temer discute nomes para novo ministério que cuidará da PF

O presidente Michel Temer discutiu nesta quarta-feira (14) no Palácio da Alvorada a criação do Ministério de Segurança Pública que terá,

PF pediu material ao STF para apurar 'atos ilícitos' de Temer

Dez dias antes de Fernando Segovia, diretor-geral da Polícia Federal, declarar que não há indício de crime na investigação contra o

Maia defende aposentadoria de 65 anos para deputados

Em tom de campanha, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), que esteve nesta terça, 13, em Salvador para curtir o último dia

TSE define que candidatos vão poder financiar campanhas com recursos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou nesta terça-feira (13) uma resolução que define que os candidatos poderão financiar as campanhas

Marcelo Odebrecht entrega nota de pagamento a filme sobre Lula

O empreiteiro Marcelo Odebrecht entregou à Operação Lava Jato uma nota fiscal no valor de R$ 250 mil e um comprovante de pagamento à produção

Brasil reforça triagem de refugiados venezuelanos

O Brasil criou uma força-tarefa para controlar o ingresso de venezuelanos em Roraima, medida anunciada em visita do presidente Michel Temer ontem

Bolsonaro nega ter dito que poderia “metralhar a Rocinha”

O deputado pelo PSC-RJ e pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro publicou neste domingo (11) um vídeo em sua página no Facebook negando

Temer é recebido com protestos em Roraima

Presidente foi a Boa Vista discutir com a governadora Suely Campos a situação dos imigrantes venezuelanos O presidente Michel Temer está em

Guaratinga: Morre aos 77 anos o ex-prefeito Jésus Moura

Guaratinga: Morreu por volta das 23h de sábado (10), no Hospital da Bahia, em Salvador, o ex-prefeito de Guaratinga, Jésus de Almeida Moura.

Nossos Apoiadores: