Em rede social, Jonatan Diniz informou que participou de protestos 'como observador' e que chorou por crianças. Prisão foi anunciada em 27 de dezembro.

Em uma postagem em uma rede social na madrugada desta segunda (8), o designer gráfico brasileiro Jonatan Diniz, de 31 anos, que ficou preso na Venezuela por 11 dias, disse que não se envolve em política e que participou de protestos 'como observador' em solo venezuelano. O governo da Venezuela diz que o brasileiro presidiria uma ONG de fachada, mas na verdade membro de uma organização criminosa. O brasileiro e a família negam.

“Eu não me envolvo em política, não me envolvo em nenhum desses teatros criados por pessoas ocultas para fazermos acreditar que existe democracia. Eu não sou lado A nem lado B... Eu só não quero ver crianças morrerem por nossa culpa, por o que nós adultos criamos na Terra”, afirmou.

No sábado (6), o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, informou por meio de sua conta no Twitter, que Jonatan foi expulso da Venezuela. A prisão foi anunciada pelo militar e político venezuelano Diosdado Cabello, em seu programa de televisão no dia 27 de dezembro.

No relato, Jonatan não confirma onde está e não informa detalhes sobre a prisão. Ele explica que morou por três meses na Venezuela, entre maio em agosto de 2017, período em que teria conhecido a “situação” do país.

“Os 3 meses que vivi lá, justo nos protestos mais fortes que Venezuela já teve, eu sim fui a muitos protestos (como observador, jamais toquei em uma arma), sim, odiei muito Maduro nesse tempo por todas as bombas lacrimógenas que tive que respirar e sim, vi muita barbaridade tanto de um lado quanto do outro. Quando eu não chorava pela notícia de mais um jovem assassinado que batalhava por liberdade e por um país melhor, eu chorava por ver crianças de 5, 6 anos prepararem bombas molotov para se prepararem para os confrontos”, detalha.

Ele ainda relata que em dezembro voltou à Venezuela para um trabalho social. “O que passou este fim de ano é que decidi ir para Venezuela doar boa parte (a maioria na verdade) do dinheiro que eu tinha e conquistei com muito trabalho digno para iniciar o projeto @timetochangetheearth junto com amigos ao redor do mundo, que nada mais era que doar roupas, comidas, brinquedos e o que necessitasse para quem realmente precisasse. E o mais importante, tentar de alguma maneira mudar a mentalidade das pessoas, tentar encontrar uma maneira de em vez de guerrear, unir as partes para todos lutarem pelo mesmo objetivo”, diz.

Jonatan diz estar bem:

“Estou bem e em segurança, reservo meu direito de manter sigilo de onde estou ou para onde vou, espero que compreendam, tenho minha vida pessoal e particular”, disse. Em mensagem ao G1 na manhã de domingo (7), ele já havia dito que não passaria detalhes para sua própria segurança.

Segundo a mãe dele, Renata Diniz, o filho embarcou em um vôo para Miami, “porém este não seria seu destino final. Estão resguardando a integridade dele, por isso não falaram se fica lá ou vem ao Brasil”, disse Renata.

Fonte: G1


DEM denuncia Rui à Justiça Eleitoral por captação ilegal de votos

O diretório do Democratas na Bahia vai entrar com uma ação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) contra o governador Rui Costa por abuso de

Presidente do PSL diz que acusações do PT são ataque à democracia

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, afirmou na noite desta sexta-feira (19) que as acusações feitas pelo PT contra a campanha de Jair

Dinheiro: Nascidos em outubro podem sacar o PIS a partir de hoje

Mais de 1,89 milhão de beneficiários receberão R$ 1,38 bilhão referentes ao calendário 2018/2019, ano-base 2017 Começa nesta quinta-feira

Só 4 das 50 imagens sobre as eleições, replicadas no WhatsApp são

Um estudo em conjunto da USP, UFMG e da Agência Lupa analisou o grau de veracidade de 50 imagens que mais circularam em grupos de WhatsApp entre

Canadá legaliza maconha para uso recreativo

O Canadá legalizou a partir desta quarta-feira, 17, o uso recreativo da maconha. Pela lei, os canadenses podem comprar e cultivar. A discussão se

A NICA DA LIBERDADE 187

Ramiro Guedes A GORDA DO TIKI BAR Um contista dos maiores desse Brasil, também chamado de Vampiro de Curitiba, Dalton Trevisan, nos brinda com

Polícia Federal indicia Michel Temer e pede prisão do coronel Lima

Presidente e outras 10 pessoas são investigados por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa no inquérito dos Portos A

Haddad é mais rejeitado pelos eleitores que Bolsonaro, aponta Ibope

Entre os dois candidatos à Presidência da República que disputam o segundo turno, Fernando Haddad (PT) é o mais rejeitado, conforme demonstrou

Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%

Jair Bolonsaro, candidato do PSL à Presidência da República, abriu 18 pontos de  vantagem em relação a Fernando Haddad (PT) na disputa em

Bolsonaro lidera com 59% dos votos válidos; Haddad tem 41%

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, continua na liderança das intenções de voto para o segundo turno, segundo

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: