Em 2017, 506 servidores foram expulsos, sendo 335, ou seja 66%, por atos relacionados à corrupção, de acordo com a Controladoria-Geral da União. O número caiu em comparação ao ano passado.

O governo federal expulsou 506 servidores em 2017 por irregularidades, de acordo com relatório da Controladoria-Geral da União (CGU) divulgado nesta segunda-feira (8). Segundo o relatório, o principal motivo das expulsões foi a corrupção, em 335 dos 506 casos (66%). Abandono de cargo, ausência sem justificativa e negligência também motivaram as expulsões, segundo a CGU.

O número caiu com relação a 2016, quando foram registradas 549 expulsões – maior número desde 2003, quando o levantamento começou a ser feito. Do total de expulsos do ano passado, 424 foram demissões de funcionários efetivos, 56 cassações de aposentadorias e 26 foram destituídos de cargos em comissão. Os dados não incluem os empregados de empresas estatais como Caixa, Correios e Petrobras.

Desde 2003, o governo federal já expulsou quase 7 mil servidores. Os estados com número mais elevado de punições foram Rio de Janeiro (1.211), Distrito Federal (800) e São Paulo (716). As pastas com a maior quantidade de expulsões foram o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) – que absorveu o INSS; seguido pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJ).

Corrupção: Entre os atos relacionados à corrupção, a CGU aponta uso do cargo para proveito pessoal, recebimento de propina ou vantagens indevidas, utilização de recursos do local de trabalho em serviços ou atividades particulares, improbidade administrativa (ato de agente público contra a administração pública), lesão aos cofres públicos e ao patrimônio nacional.

Fonte: G1

João Henrique anuncia pré-candidatura ao governo do estado

O ex-prefeito de Salvador, João Henrique (PRTB), anunciou pré-candidatura ao governo do estado nesta quinta-feira (26). No vídeo, o político

Câmara Municipal realiza sessão para premiar policiais “Destaque

Teixeira de Freitas: A Câmara Municipal de Teixeira de Freitas realizou na noite da quarta-feira (25/04), uma sessão ordinária especial para

Vice-prefeita nega desacato à PM em caso em que foi presa

A vice-prefeita de Morpará, na região do Velho Chico, oeste baiano, negou que tenha desacatado a Polícia no caso em que resultou na prisão dela

PF pede transferência de Lula e diz que já gastou R$ 150 mil

A Superintendência da Polícia Federal de Curitiba pediu à Justiça a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para "um

Bahia tem mais de 6 mil autoridades com foro privilegiado

A Bahia é o segundo estado no Brasil com maior número de autoridades com prerrogativa de foro, também conhecido como foro privilegiado. Com este

Câmara Municipal realiza sessão à noite nesta quarta-feira (25)

A Câmara Municipal de Teixeira de Freitas realizará a sua sessão ordinária desta próxima quarta-feira (25/04), às 19h. Conforme o presidente

Vice-prefeita é presa por desacato a policiais de Morpará

A vice-prefeita da cidade de Morpará, no oeste da Bahia, foi presa por desacato a autoridade após discussão com policiais na madrugada de

A NICA DA LIBERDADE 163

Ramiro Guedes INCULTO QUE SOU... A excelente revista Bula listou 70 livros básicos da Literatura Brasileira, denominando-os os melhores. Como em

Pré-candidata Marta Helena defende candidatura de João Gualberto e

Teixeira de Freitas: A pré-candidata a Deputada Estadual Marta Helena (PSDB), defendeu na tarde dessa sexta-feira as candidaturas de João

Zé Ronaldo denuncia descaso de Rui Costa com a educação na Bahia

O pré-candidato ao governo do Estado, Zé Ronaldo, denunciou, em Santo Antônio de Jesus, o descaso do governador Rui Costa com a educação

Nossos Apoiadores: