O ex-ministro da Fazenda está negociando colaboração premiada com a Lava Jato para delatar Lula e diz que denunciará ao menos 20 empresas no o esquema de corrupção petista.

Antonio Palocci, ex-ministro da Fazenda de Lula e da Casa Civil de Dilma, está preparando o roteiro da colaboração premiada que vai fazer nos próximos dias. Ele quer deixar a prisão em Curitiba, onde está desde setembro do ano passado e para isso compromete-se a delatar o ex-presidente Lula, que até recentemente era um dos seus maiores amigos.

Vai entregar também esquemas de corrupção que envolviam a venda de Medidas Provisórias para bancos e grandes empresas brasileiras. Com o acordo proposto à Lava Jato, Palocci quer cumprir pena de somente um ano em prisão domiciliar. Uma punição levíssima, para um petista acusado de ter recebido R$ 128 milhões de propinas da Odebrecht para repasses ao PT.

 Além disso, o ex-ministro, identificado como “italiano” no departamento de propinas da Odebrecht, era o responsável por movimentar uma conta secreta da empreiteira em nome de Lula, que atendia pela alcunha de “amigo”, e que chegou a ter R$ 40 milhões à sua disposição.

Dinheiro vivo para Lula

O ex-ministro já confirmou aos procuradores da República de Curitiba que vai mesmo delatar Lula. Deve explicar as circunstâncias em que movimentou os R$ 40 milhões “destinados para atender as demandas” do ex-presidente, como revelou o empreiteiro Marcelo Odebrecht em depoimento ao juiz Sergio Moro. Desse total, pelo menos R$ 13 milhões foram sacados em dinheiro vivo para o ex-presidente petista pelo sociólogo Branislav Kontic, assessor do ex-ministro. Palocci vai detalhar também a divisão de propinas na criação da empresa Sete Brasil, em 2010. Esse negócio gerou subornos da Odebrecht no valor de R$ 51 milhões e, segundo o ex-ministro, Lula teria ficado com 50% desse valor. Ele vai contar ainda como foi a captação de R$ 50 milhões junto à Odebrecht para Dilma em 2009, com a participação do ex-ministro Guido Mantega, com ajuda de Lula. Esse dinheiro deveria ter sido usado na campanha de 2010, mas Dilma usou somente na campanha de 2014.

Além de Lula, Palocci já contou aos procuradores que vai detalhar como funcionava a venda de Medidas Provisórias para grandes bancos. Ele vai dar o nome de ao menos 20 empresas que pagaram subornos ao PT. Esses grupos teriam se beneficiado de esquemas de corrupção no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). Outro grupo que está na alça de mira das delações de Palocci é o empresário Abílio Diniz. O ex-ministro vai contar os bastidores de como o grupo de Diniz manobrou para levar vantagens na disputa que enfrentou com o grupo francês Casino pelo controle do Pão de Açúcar. Os detalhes da delação estão sendo tratados por seus advogados Adriano Bretas e Tracy Reinaldt.

Fonte: Istoé

João Henrique anuncia pré-candidatura ao governo do estado

O ex-prefeito de Salvador, João Henrique (PRTB), anunciou pré-candidatura ao governo do estado nesta quinta-feira (26). No vídeo, o político

Câmara Municipal realiza sessão para premiar policiais “Destaque

Teixeira de Freitas: A Câmara Municipal de Teixeira de Freitas realizou na noite da quarta-feira (25/04), uma sessão ordinária especial para

Vice-prefeita nega desacato à PM em caso em que foi presa

A vice-prefeita de Morpará, na região do Velho Chico, oeste baiano, negou que tenha desacatado a Polícia no caso em que resultou na prisão dela

PF pede transferência de Lula e diz que já gastou R$ 150 mil

A Superintendência da Polícia Federal de Curitiba pediu à Justiça a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para "um

Bahia tem mais de 6 mil autoridades com foro privilegiado

A Bahia é o segundo estado no Brasil com maior número de autoridades com prerrogativa de foro, também conhecido como foro privilegiado. Com este

Câmara Municipal realiza sessão à noite nesta quarta-feira (25)

A Câmara Municipal de Teixeira de Freitas realizará a sua sessão ordinária desta próxima quarta-feira (25/04), às 19h. Conforme o presidente

Vice-prefeita é presa por desacato a policiais de Morpará

A vice-prefeita da cidade de Morpará, no oeste da Bahia, foi presa por desacato a autoridade após discussão com policiais na madrugada de

A NICA DA LIBERDADE 163

Ramiro Guedes INCULTO QUE SOU... A excelente revista Bula listou 70 livros básicos da Literatura Brasileira, denominando-os os melhores. Como em

Pré-candidata Marta Helena defende candidatura de João Gualberto e

Teixeira de Freitas: A pré-candidata a Deputada Estadual Marta Helena (PSDB), defendeu na tarde dessa sexta-feira as candidaturas de João

Zé Ronaldo denuncia descaso de Rui Costa com a educação na Bahia

O pré-candidato ao governo do Estado, Zé Ronaldo, denunciou, em Santo Antônio de Jesus, o descaso do governador Rui Costa com a educação

Nossos Apoiadores: