Em tom de campanha, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), que esteve nesta terça, 13, em Salvador para curtir o último dia de Carnaval a convite do prefeito ACM Neto (DEM), defendeu, em entrevista à imprensa, que deputados se aposentem com 65 anos de idade e 30 anos de serviço, que o auxílio moradia para o Judiciário só deve existir para os que trabalham em trânsito e voltou a defender que servidor que ganha salário de R$ 20 mil a R$ 30 mil deve se aposentar aos 65 anos, como acontece com o trabalhador que recebe o salário mínimo.

Perguntado sobre suposta candidatura, Maia disse que ele trabalha para que o DEM tenha candidato e que em um eventual cenário no qual Lula não esteja no páreo, todos têm chance. No próximo dia 08 de março o DEM realiza encontro no qual pode definir o candidato do partido à presidência da República.

"Nós trabalhamos para o DEM ter candidato. Essa é uma eleição que está aberta. Todo aquele que conseguir se organizar vai ter chance de ganhar. A decisão do DEM vai se dar entre março e junho (...). Não há nenhum constrangimento de dizer que o DEM deve ter candidato. Tem o ministro da Educação, o meu... se a gente entende que isso não vai contra a mudança que o Brasil precisa, tenho certeza que o DEM vai ter seu próprio candidato com chance de vitória", disse Maia.

Previdência: Provocado, Maia disse que acha difícil votar a Reforma da Previdência até o final deste mês, como aposta do governo, mas que está trabalhando para isso. O deputado desconversou sobre a soma dos votos favoráveis à reforma e defendeu a "igualdade do sistema", ou seja, que os servidores públicos que ganham até R$ 30 mil se aposentem com 65 anos, assim como ocorre com quem ganha um salário mínimo.

Segundo ele, a disparidade gera um rombo de R$ 40 milhões anuais que poderiam ser investidos na sociedade em saúde, educação e segurança.

O deputado disse, ainda, que servidores disseminam falsas informações sobre a reforma em benefício próprio. "Antes de saber se vai passar ou não vai [a Reforma], o importante é a gente convencer a sociedade brasileira que hoje, no Brasil, os que ganham R$ 30 mil se aposentam com 55 anos e os que ganham salário mínimo com 65 anos. A maioria dos que curtem Carnaval em Salvador se aposenta com 65 anos. A única defesa que eu faço da Previdência é essa: a igualdade de direitos. Agora, se o plenário vai votar ou não vai é uma decisão democrática de cada um, todo mundo foi eleito, tem mandato e está na hora de cada um assumir sua responsabilidade", disse Maia.

Ao ser questionado sobre a facilidade de aposentadorias para parlamentares, Maia foi enfático ao dizer que a lei para Legislativo é mais rígida do que para o Judiciário e Executivo e assinalou que defende que deputado se aposente aos 65 anos e com 30 anos de serviço – hoje deputado se aposenta com 60 anos e 35 de serviço –, e lembrou que desde 1997 somente 40 deputados se aposentaram.

"Depois de 1997 com quantos anos o deputado se aposenta? 60 anos e 35 anos de serviço. Sabe quantos deputados se aposentaram desde 97? 40, só 40. A nossa lei hoje é mais dura do que qualquer setor do mundo. Do Executivo é 60 anos com contrapedágio – a cada ano a partir dos 35 anos é um ano a menos, por isso se aposenta com 55 anos. Parlamentar é sem contrapedágio, 65 anos e sem transição.

Auxílio Moradia: Sobre a questão do auxílio moradia, que deve ser votada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em março, Maia diz acreditar que o benefício só valerá para quem mora na cidade onde trabalha. "Muitas vezes nós que estamos na política não enxergamos que as coisas estão avançando muito rápido. E que a sociedade cada vez exige cada vez mais de todos nós respostas que no passado eram tranquilas. Quem tem direito a auxilio moradia: só aqueles que trabalham em trânsito, mais ninguém. Quem vai e volta e não fixa residência. Fora esses, qualquer tipo de auxilio moradia é um erro que a sociedade vai punir".

O presidente da Câmara disse, ainda, que o Supremo votando a matéria em março, a Câmara deve regularizar na sequência.

Fonte: Atarde


Canadá legaliza maconha para uso recreativo

O Canadá legalizou a partir desta quarta-feira, 17, o uso recreativo da maconha. Pela lei, os canadenses podem comprar e cultivar. A discussão se

A NICA DA LIBERDADE 187

Ramiro Guedes A GORDA DO TIKI BAR Um contista dos maiores desse Brasil, também chamado de Vampiro de Curitiba, Dalton Trevisan, nos brinda com

Polícia Federal indicia Michel Temer e pede prisão do coronel Lima

Presidente e outras 10 pessoas são investigados por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa no inquérito dos Portos A

Haddad é mais rejeitado pelos eleitores que Bolsonaro, aponta Ibope

Entre os dois candidatos à Presidência da República que disputam o segundo turno, Fernando Haddad (PT) é o mais rejeitado, conforme demonstrou

Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%

Jair Bolonsaro, candidato do PSL à Presidência da República, abriu 18 pontos de  vantagem em relação a Fernando Haddad (PT) na disputa em

Bolsonaro lidera com 59% dos votos válidos; Haddad tem 41%

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, continua na liderança das intenções de voto para o segundo turno, segundo

Tribunal Superior Eleitoral tratará de fake news com WhatsApp

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai marcar uma reunião para os próximos dias com representantes do WhatsApp com o objetivo de discutir a

Igreja centenária amanhece pichada com suásticas

A centenária capela de São Pedro da Serra, em Nova Friburgo, cidade da Região Serrana distante 140 quilômetros da capital do Rio de Janeiro,

Ultimo dia para se inscrever no concurso do Banco do Nordeste

Taxa de inscrição tem o valor de R$ 59 para nível médio e R$ 67, para superior. As inscrições para o concurso do Banco do Nordeste terminam

'O eleitor decide o voto cada vez mais tarde', diz diretora do Ibope

Às 19h do domingo de eleições, assim que a votação acabou no Acre e a contagem de votos passou a ser acompanhada em todo o país, a pesquisa

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: