Dez dias antes de Fernando Segovia, diretor-geral da Polícia Federal, declarar que não há indício de crime na investigação contra o presidente Michel Temer no chamado inquérito dos portos, os investigadores do caso pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF) o compartilhamento de informações de investigações antigas para apurar "possíveis atos ilícitos" envolvendo a relação de pessoas investigadas.

O ofício, obtido pela Globonews, é de 30 de janeiro. No dia 9 de fevereiro, a agência Reuters publicou uma entrevista com Segóvia afirmando que o diretor-geral da Polícia Federal indicou tendência de arquivamento do inquérito dos portos por não haver, em sua avaliação, indício de crime nem de pagamento de propina.

A investigação ainda está em andamento. No ofício do dia 30 de janeiro, o delegado Wellington Santiago da Silva, responsável pelo grupo de inquérito do STF, solicitou ao ministro Marco Aurelio Mello o compartilhamento de informações de uma outra investigação, já arquivada em 2011, mas citada diversas vezes durante o presente inquérito.

De acordo com o texto do ofício, os investigadores querem acesso ao material para "fins de conhecimento das informações produzidas e eventual compartilhamento, uma vez que tais informações poderão auxiliar na compreensão das relações das pessoas investigadas" também no inquérito atual, sob relatoria do ministro Luís Roberto Barroso, "em especial possíveis atos ilícitos, vínculos com a Companhia Docas do Estado de São Paulo e também com a concessionária de exploração de terminais portuários, em Santos/SP".

O material arquivado investigou o possível envolvimento do atual presidente da República em suposto pagamento de propina no setor portuário.

O inquérito citava Temer e Marcelo Azeredo, ex-presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), que havia sido indicado com apoio do PMDB.

No material estava uma planilha que, para os investigadores, fazia referência à distribuição de propina desviada de contratos do Porto de Santos.

Depoimentos

Os investigadores agendaram para esta quinta-feira, às 13 horas, o depoimento do empresário Joesley Batista, e, na sexta, às 14h30, a oitiva de Ricardo Saud, ex-executivo da JBS. Ambos estão presos.

Fonte: G1

Número de eleitores idosos supera o de jovens no país

A quantidade de eleitores idosos supera os de jovens, de acordo com levantamento do demógrafo José Estáquio Ales, da Escola Nacional de

Reconhecimento: Prefeito Betão será homenageado em Salvador com a

Lajedão: O prefeito municipal de Lajedão, Humberto Curtes, o “Betão”, será homenageado em Salvador/BA, através do Instituto Tiradentes,

Teixeira: Ex-prefeito é denunciado ao MPE e deve retornar mais de 90

O ex-prefeito de Teixeira de Freitas, João Bosco Bitencourt, foi acusado de improbidade administrativa na contratação direta de empresas durante

Petrobras aumenta 12 vezes em 20 dias o preço dos combustíveis

A Petrobras realizou novo reajuste no preço de combustíveis nesta quinta-feira (17). Já são Já são 12 aumentos em menos de vinte dias. A

Vereador admite que endereço alvo da PF era dele e nega acusações

O vereador Toinho Carolino (Podemos) negou "ter feito alguma coisa errada". Ele foi alvo de mandado de busca e apreensão em uma operação da

Presidente do Podemos defende vereador acusado de pedofilia

O presidente do Podemos na Bahia, deputado federal João Carlos Bacelar, saiu em defesa do vereador de Salvador Toinho Carolino (Podemos) após a

Projeto de Marcílio Goulart cria o Programa Municipal de Segurança

Teixeira de Freitas: Está em tramitação, na Câmara Municipal, o Projeto de Lei do Legislativo nº 24 de 08 de maio de 2018, de autoria do

A NICA DA LIBERDADE 166

Ramiro Guedes FERIADO EM LAZER No feriado do aniversário da cidade, acontecido em 14 de maio, esse escriba, exausto pela transmissão do

Lava Jato: 91% dos deputados alvo da Operação disputam eleição

Dos 55 deputados federais alvo de inquéritos e ações penais na Operação Lava Jato, 50 (o equivalente a 91% do total) vão disputar as

Com apoio de Zé Cocá, prefeito Betão anuncia restauração de

Lajedão: O prefeito de Lajedão Humberto Cortês, o “Betão”, anuncia mais uma grande obra para a cidade e região. Trata-se da Restauração

Nossos Apoiadores: