DJ dia das mães

Já não é novidade que a campanha eleitoral de 2018 deve ser uma das mais “baratas” dos últimos anos. As cifras milionárias que escorreram de empresas, especialmente até 2014, tiveram as torneiras fechadas pela Operação Lava Jato e pela mudança na legislação, o que obrigou os políticos a repensarem como financiar campanhas. Nesta quinta-feira (8), dia da posse do prefeito de Salvador, ACM Neto, como presidente nacional do Democratas, ao menos duas falas reforçaram a tese de que os custos serão barateados.

Primeiro do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, pré-candidato à presidência da República pelo partido. Maia afirmou a uma rádio que vai investir em uma campanha mais voltada para a internet, onde pretende atingir um público mais jovem. E, consequentemente, com custo operacional mais baixo. O novo presidente do DEM foi mais longe. Criticou os candidatos “de estúdio”, criações de marqueteiros. O tom de ACM Neto é parecido com o repetido por outros atores do cenário político.

A campanha de 2018 terá mais pé na rua e nas redes sociais, e menos investimentos em superproduções como nas últimas campanhas. Aquele mantra da democracia ter um alto custo para o país será menos real, já que os candidatos vão dispor de bem menos recursos para fazer uma campanha eleitoral. O risco, no entanto, é que o eventual uso de caixa 2 de campanha aconteça com maior frequência dos que os já registrados na Lava Jato – e em todas as ações derivadas da operação.

Pelo menos há uma consequência boa nos debates recentes, pois a população parece mais interessada em fiscalizar os atos dos agentes políticos, o que diminui a chance de abuso de poder econômico. Resta saber como funcionará a campanha para presidente em um país com dimensões continentais como o Brasil. Rodrigo Maia, ao falar que investiria mais nas campanhas estaduais, deu o sinal: candidaturas competitivas em âmbito regional terão mais impacto no projeto de chegar ao Palácio do Planalto do que a campanha do candidato à presidência em si.

Fonte: Bahianoticias 

Prefeito Temóteo Brito participa de I Simpósio de Águas em

Teixeira de Freitas: Com a presença de autoridades locais e de municípios vizinhos da Bahia e Minas Gerais, foi aberto o I Simpósio de Águas,

Vereador Isael Júnior “Bua” concede título de Cidadão

Lajedão: A Câmara Municipal de Vereadores de Lajedão realizou uma Sessão Ordinária na noite da ultima segunda-feira (18/06) às 19h00.

Projeto do Vereador Rodrigo Caires que dispõe sobre os Serviços de

Lajedão: A Câmara Municipal de Vereadores de Lajedão realizou sessão ordinária na noite da ultima segunda-feira (18/06), às 19h00, estiveram

Alunos correm risco em ponte que ameaça cair em Guaratinga

Guaratinga: Agricultores do município de Guaratinga afirmam que estão com dificuldades para fazer o escoamento da produção por conta da

A NICA DA LIBERDADE 171

Ramiro Guedes FASCISMO “Você não precisa queimar livros para destruir uma cultura. Basta fazer as pessoas pararem de lê-los”. Em Teixeira

Temóteo Brito entrega nova iluminação da Avenida Pentecostal

Com a presença da equipe de Secretários Municipais, Vereadores e Moradores do bairro Nova Jerusalém, o Prefeito Temóteo Alves de Brito fez a

Treze partidos devem R$ 32 milhões de eleições passada

Com menos recursos para uma nova campanha eleitoral, 13 dos 35 partidos políticos ainda têm de desembolsar recursos para pagar dívidas de

Preço da gasolina reduz 3 centavos após subsídios do governo

Os planos do governo para reduzir o preço do diesel nos postos, após a greve dos caminhoneiros, parece não fazer efeito sobre o preço de outro

Japonês da Federal diz que ‘Lula foi preso por uma besteira'

Em entrevista para divulgar o lançamento de sua biografia, Newton Ishii, o famoso “japonês da Polícia Federal (PF)”, declarou que o

Bolsonaro se compara a Trump ao negar aliança com partidos

O pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) voltou a afirmar que não irá partir em busca de partidos para aumentar seu

Nossos Apoiadores: