O juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara da Justiça Federal de Brasília, negou pedido de prisão preventiva de José Yunes e do coronel aposentado da Polícia Militar João Baptista Lima Filho, dois amigos do presidente Michel Temer. O pedido do Ministério Público Federal (MPF) ainda atingia os peemedebistas Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima, Henrique Eduardo Alves, Rodrigo Rocha Loures, além do ex-assessor parlamentar Altair Alves Pinto.

O MPF afirma a possibilidade de uma candidatura de Michel Temer a presidência como um dos argumentos para fundamentar o pedido de prisão. "Demais disso, há notícias recentes no sentido de que o líder da organização criminosa do MDB da Câmara, Michel Temer, pretende candidatar-se à reeleição presidencial este ano, a fim de se manter na posição de elevado poder em que se encontra e garantir a perpetuação do grupo criminoso no controle central da máquina estatal federal", afirmou o MPF no pedido.

Para o juiz, não há como afirmar a prática de crimes em uma eventual candidatura de Temer. "Afirmar que a anunciada candidatura de Michel Temer à Presidência da República (reeleição) importe na permanência da empresa criminosa e na prática de ilícitos penais por parte dos requeridos demanda a indicação de fatos atuais (contemporâneos) nesse sentido, circunstância que não se verificou", afirmou Marcos Vinicius, em sua decisão. Yunes e Lima foram presos de forma temporária, por três dias, pelo Supremo no mês passado tendo como base o inquérito que apura irregularidades no decreto dos Portes editado por Temer. Eles foram soltos após prestar depoimento.

Fonte: Bahianoticias


Prefeito de Uruçuca sofre tentativa de assalto na BR-101

O prefeito de Uruçuca, no sul baiano, Moacir Leite, foi alvo de uma tentativa de assalto na noite desta quarta-feira (19), por volta das 21h30min.

Desembargador é punido por venda de sentença via WhatsApp

O Plenário do Conselho Nacional de Justiça determinou aposentadoria compulsória para o desembargador do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE)

Depois de enquadrar Paulo Guedes, cúpula do PSL diz que adversários

Enfrentando uma fase de turbulência interna na campanha, a cúpula do PSL busca reagir e diz que seus adversários querem fabricar uma crise para

Proposta dos economistas dos presidenciáveis para 5 temas: reforma

Assessores econômicos responderam sobre revogação de reforma, imposto sindical e mudanças na legislação; G1 publica série sobre propostas das

Candidatos a presidente apresentam propostas em quarto debate na TV

TV Aparecida reuniu Alvaro Dias (Pode), Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles

MPE acusa frase de campanha ‘Haddad é Lula’ de confundir eleitor

O Ministério Público Estadual (MPE) acusou a coligação “O povo feliz de novo” (PT/PC do B/Pros) de confundir os eleitores ao propagar a

Haddad recebe maior parte dos eleitores de Alckmin em eventual 2º

Petista também herda a maioria dos votos de Marina e Ciro. Já os de Amôedo e Alvaro Dias vão prioritariamente para o candidato do PSL. A maior

Na TV, Alckmin dirá que Bolsonaro não entende de economia e que

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, levará à TV na noite desta quinta-feira (20) uma nova propaganda atacando a campanha de Jair

Revista 'The Economist' chama Bolsonaro de 'ameaça para a América

Matéria de capa da publicação diz que o presidenciável do PSL seria 'presidente desastroso'. Capa da The Economist sobre Jair Bolsonaro The

Deputados do 'Centrão' já abandonam Alckmin e começam a fazer

Os candidatos à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL) Adriana Spaca/Framephoto/Estadão Conteúdo / Myke

Nossos Apoiadores: