A Lei Eleitoral restringe a partir deste sábado (7) a transferência voluntária de recursos da União para os governos estaduais e municipais devido às eleições de outubro. A conduta que entra em vigor nos próiximos três meses visa evitar que atos do poder público afetem a igualdade de oportunidades entre os candidatos a cargos eletivos. Por conta da determinação, a partir deste fim de semana, o governador e pré-candidato a reeleição Rui Costa (PT) não poderá mais participar de eventos de inauguração até o resultado das urnas.

O petista participou de um dos seus últimos atos do poder público antes da proibição nesta sexta-feira (6), durante a reinauguração do centro especializado no tratamento de doenças infectocontagiosas Instituto Couto Maia (Icom), em Cajazeiras. De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, a unidade inaugurada ainda não tem autorização municipal para funcionar.

Uma das ações vedadas mais recorrentes na Justiça Eleitoral durante o período é a propaganda institucional. Neste período é proibida a veiculação da propaganda institucional de órgãos públicos. Ou seja, a publicidade dos atos do governo terá caráter exclusivamente educativo, informativo ou de orientação social, sem nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção de autoridades. Pode ser veiculada também publicidade de produtos e serviços que disputam mercado. Por exemplo, do Banco do Brasil.

O descumprimento das proibições da Lei Eleitoral podem levar desde a anulação do ato, passando por multa para o agente público responsável pela iniciativa até a cassação do registro ou do diploma do candidato beneficiado.

Segundo o assessor da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Sérgio Ricardo dos Santos, a Agência Brasil , a legislação proíbe atos que possam influenciar o pleito, desequilibrando a disputa eleitoral. "Essa previsão visa trazer equilíbrio à eleição, ainda mais no cenário em vivemos em que é possível a reeleição. Quem tem a caneta na mão, no caso o governante, poderia eventualmente explorar aquele ato de uma forma não ortodoxa, incluindo aspectos que possam favorecer possíveis candidatos", argumentou.

Fonte: Bahianoticias


Cerca de 75% dos municípios baianos demitirão servidores

Motivo é ter excedido o limite de 54% imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal Com dificuldade para pagar os salários e manter os serviços

Moro é exonerado do cargo de juiz para ser ministro do governo

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Thompson Flores, assinou, na tarde desta sexta-feira (16),

A NICA DA LIBERDADEE 191

Ramiro Guedes A  PALAVRA EM A “LESTE DO ÉDEN” Ler A leste do Éden, de Steinbeck, é sempre um exercício de mergulho nas mais fundas e

Com depoimento, Lula passa a ter duas ações em fases avançadas

O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quarta-feira (14) marca o encerramento de uma das últimas fases da ação penal do

Vídeo: Prefeito Temóteo assina Ordem de Serviço para asfaltamento

Teixeira de Freitas: O evento aconteceu na noite da última terça-feira 13 de novembro, na Faculdade do Sul da Bahia–FASB. A mesa foi formada

Por que Vargas criou o Ministério, que Bolsonaro quer extinguir

Vargas criou o ministério para intermediar relações entre trabalhadores e empresários, função até então do Ministério da Agricultura Caso

Vídeo: Câmara Municipal de Lajedão aprova por unanimidade Moção

Lajedão: Na sessão ordinária da última segunda-feira, 12 de novembro, o vereador Rodrigo Silva Caires apresentou uma Moção de Aplausos ao

Bahia viola LRF e ultrapassa limite de gastos com pessoal em 2017

A Bahia superou em 2017 o limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) de 60% da receita corrente líquida em gastos com pessoal,

Bolsonaro anuncia general do Exército Ministro da Defesa

O sétimo ministro confirmado por Bolsonaro é o general Fernando Azevedo e Silva "Bom Dia! Comunico a todos a indicação do General-de-Exército

Vice-governador de MG Antonio Andrade e outros 15 já estão soltos

Antonio Andrade foi liberado juntamente com outros 17 implicados na Operação Capitu, da Polícia Federal, que investiga organização criminosa,

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: