O desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator dos processos da Lava Jato em segunda instância, determinou que não seja cumprida a decisão do plantonista Rogério Favreto, que mandou soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"DETERMINO que a autoridade coatora e a Polícia Federal do Paraná se abstenham de praticar qualquer ato que modifique a decisão colegiada da 8ª Turma", diz o texto.

Na manhã neste domingo (8), o desembargador federal plantonista Rogério Favreto decidiu conceder liberdade a Lula. Lula foi condenado no processo do triplex, no âmbito da Operação Lava Jato, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Em seguida, o juiz Sérgio Moro afirmou que o desembargador não tem competência para mandar soltar Lula. De acordo com o magistrado, caso ele ou a autoridade policial cumpra a decisão, estará "concomitantemente" descumprindo a ordem de prisão do Colegiado da 8ª Turma do TRF-4.

No início da tarde, o procurador regional da República plantonista José Osmar Pumes se manifestou. Ele pediu a reconsideração da decisão sobre o pedido de soltura de Lula.

"O Ministério Público Federal requer que seja reconsiderada a decisão liminar, para que seja suspensa a determinação contida no evento 3, recolhendo-se o alvará de soltura, até que o pedido de habeas corpus aqui tratado seja submetido ao escrutínio da c. 8ª Turma dessa Corte", apontou o procurador.

Repercussão

O caso gerou repercussão entre lideranças do PT e apoiadores de Lula.

"Esse habeas corpus traz como fato novo o poder de exercer o direito de candidato. Direito que está garantido na Constiuição. O desembargador entendeu que era relevante, um fato novo. Aliás, a prisão em segunda instância parece prisão preventiva, tem que estar fundamentada", disse a senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann em sua página no Facebook.

Fonte: G1


Cerca de 75% dos municípios baianos demitirão servidores

Motivo é ter excedido o limite de 54% imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal Com dificuldade para pagar os salários e manter os serviços

Moro é exonerado do cargo de juiz para ser ministro do governo

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Thompson Flores, assinou, na tarde desta sexta-feira (16),

A NICA DA LIBERDADEE 191

Ramiro Guedes A  PALAVRA EM A “LESTE DO ÉDEN” Ler A leste do Éden, de Steinbeck, é sempre um exercício de mergulho nas mais fundas e

Com depoimento, Lula passa a ter duas ações em fases avançadas

O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quarta-feira (14) marca o encerramento de uma das últimas fases da ação penal do

Vídeo: Prefeito Temóteo assina Ordem de Serviço para asfaltamento

Teixeira de Freitas: O evento aconteceu na noite da última terça-feira 13 de novembro, na Faculdade do Sul da Bahia–FASB. A mesa foi formada

Por que Vargas criou o Ministério, que Bolsonaro quer extinguir

Vargas criou o ministério para intermediar relações entre trabalhadores e empresários, função até então do Ministério da Agricultura Caso

Vídeo: Câmara Municipal de Lajedão aprova por unanimidade Moção

Lajedão: Na sessão ordinária da última segunda-feira, 12 de novembro, o vereador Rodrigo Silva Caires apresentou uma Moção de Aplausos ao

Bahia viola LRF e ultrapassa limite de gastos com pessoal em 2017

A Bahia superou em 2017 o limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) de 60% da receita corrente líquida em gastos com pessoal,

Bolsonaro anuncia general do Exército Ministro da Defesa

O sétimo ministro confirmado por Bolsonaro é o general Fernando Azevedo e Silva "Bom Dia! Comunico a todos a indicação do General-de-Exército

Vice-governador de MG Antonio Andrade e outros 15 já estão soltos

Antonio Andrade foi liberado juntamente com outros 17 implicados na Operação Capitu, da Polícia Federal, que investiga organização criminosa,

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: