O desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator dos processos da Lava Jato em segunda instância, determinou que não seja cumprida a decisão do plantonista Rogério Favreto, que mandou soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"DETERMINO que a autoridade coatora e a Polícia Federal do Paraná se abstenham de praticar qualquer ato que modifique a decisão colegiada da 8ª Turma", diz o texto.

Na manhã neste domingo (8), o desembargador federal plantonista Rogério Favreto decidiu conceder liberdade a Lula. Lula foi condenado no processo do triplex, no âmbito da Operação Lava Jato, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Em seguida, o juiz Sérgio Moro afirmou que o desembargador não tem competência para mandar soltar Lula. De acordo com o magistrado, caso ele ou a autoridade policial cumpra a decisão, estará "concomitantemente" descumprindo a ordem de prisão do Colegiado da 8ª Turma do TRF-4.

No início da tarde, o procurador regional da República plantonista José Osmar Pumes se manifestou. Ele pediu a reconsideração da decisão sobre o pedido de soltura de Lula.

"O Ministério Público Federal requer que seja reconsiderada a decisão liminar, para que seja suspensa a determinação contida no evento 3, recolhendo-se o alvará de soltura, até que o pedido de habeas corpus aqui tratado seja submetido ao escrutínio da c. 8ª Turma dessa Corte", apontou o procurador.

Repercussão

O caso gerou repercussão entre lideranças do PT e apoiadores de Lula.

"Esse habeas corpus traz como fato novo o poder de exercer o direito de candidato. Direito que está garantido na Constiuição. O desembargador entendeu que era relevante, um fato novo. Aliás, a prisão em segunda instância parece prisão preventiva, tem que estar fundamentada", disse a senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann em sua página no Facebook.

Fonte: G1


Operação Saturação: Ação conjunta da Polícia prende acusado de

Medeiros Neto: Policiais Civis, comandados pelos delegados do Núcleo de Combate a Homicídio e Tráfico – N.H.T, da 8ª COORPIN, Manoel Andreeta

Eleição terá maior parcela de candidatos novos em 12 anos

A eleição geral deste ano terá o maior percentual de candidatos inéditos desde o pleito de 2006. Considerando todos os cargos em disputa, a

Prefeito de Uruçuca sofre tentativa de assalto na BR-101

O prefeito de Uruçuca, no sul baiano, Moacir Leite, foi alvo de uma tentativa de assalto na noite desta quarta-feira (19), por volta das 21h30min.

Desembargador é punido por venda de sentença via WhatsApp

O Plenário do Conselho Nacional de Justiça determinou aposentadoria compulsória para o desembargador do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE)

Depois de enquadrar Paulo Guedes, cúpula do PSL diz que adversários

Enfrentando uma fase de turbulência interna na campanha, a cúpula do PSL busca reagir e diz que seus adversários querem fabricar uma crise para

Proposta dos economistas dos presidenciáveis para 5 temas: reforma

Assessores econômicos responderam sobre revogação de reforma, imposto sindical e mudanças na legislação; G1 publica série sobre propostas das

Candidatos a presidente apresentam propostas em quarto debate na TV

TV Aparecida reuniu Alvaro Dias (Pode), Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles

MPE acusa frase de campanha ‘Haddad é Lula’ de confundir eleitor

O Ministério Público Estadual (MPE) acusou a coligação “O povo feliz de novo” (PT/PC do B/Pros) de confundir os eleitores ao propagar a

Haddad recebe maior parte dos eleitores de Alckmin em eventual 2º

Petista também herda a maioria dos votos de Marina e Ciro. Já os de Amôedo e Alvaro Dias vão prioritariamente para o candidato do PSL. A maior

Na TV, Alckmin dirá que Bolsonaro não entende de economia e que

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, levará à TV na noite desta quinta-feira (20) uma nova propaganda atacando a campanha de Jair

Nossos Apoiadores: