O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia vai lavrar Termos de Ocorrência para apurar a compra de diplomas e medalhas, por parte de prefeitos e vereadores – que são vendidos por empresários espertalhões, a título de honraria, por suposto destaque na administração municipal ou desempenho nas câmaras em cidades do interior do Brasil. O TCM vai instaurar processo para que prefeitos e presidentes de câmaras municipais devolvam aos cofres públicos os recursos gastos com a taxa de inscrição para a “cerimônia de entrega da honraria”, assim como os valores gastos de recursos públicos com diárias, hospedagem e transporte para o local do evento.

A decisão de instaurar a investigação para punir os gestores públicos baianos envolvidos foi tomada nesta segunda-feira (06/08) pelo presidente do TCM, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, após reportagem exibida pela Rede Globo de Televisão, no programa “Fantástico”, no último domingo, denunciando a verdadeira indústria de venda de homenagens que existe no país que atrai – e em alguns casos ilude – gestores públicos de municípios de todo o país. A reportagem comprovou a venda de “diploma de mérito e medalha” ao mostrar um jumento – que foi identificado como administrador municipal – sendo homenageado como um dos “Cem melhores prefeitos do país”.

Numa apuração preliminar feita pelo TCM, 26 prefeituras e 30 câmaras municipais baianas pagaram pelas distinções negociadas pelas empresas “União Brasileira de Divulgação – UBD” e “Instituto Tiradentes”, nos anos de 2017 e 2018. Os diplomas e medalhas custaram um total R$92.983,00.

O “Instituto Tiradentes” foi mais ativo, arrecadou R$80.833,00 nos municípios – 13 prefeituras em 2017 e 26 câmaras no mesmo ano. Em 2018 vendeu prêmios para 12 prefeituras e 10 câmaras. Já o UBD teve como clientes oito prefeitos em 2017 e dois prefeitos em 2018. E ganhou R$12.150,00.

Informações Assessoria de Comunicação


Dinheiro: Nascidos em outubro podem sacar o PIS a partir de hoje

Mais de 1,89 milhão de beneficiários receberão R$ 1,38 bilhão referentes ao calendário 2018/2019, ano-base 2017 Começa nesta quinta-feira

Só 4 das 50 imagens sobre as eleições, replicadas no WhatsApp são

Um estudo em conjunto da USP, UFMG e da Agência Lupa analisou o grau de veracidade de 50 imagens que mais circularam em grupos de WhatsApp entre

Canadá legaliza maconha para uso recreativo

O Canadá legalizou a partir desta quarta-feira, 17, o uso recreativo da maconha. Pela lei, os canadenses podem comprar e cultivar. A discussão se

A NICA DA LIBERDADE 187

Ramiro Guedes A GORDA DO TIKI BAR Um contista dos maiores desse Brasil, também chamado de Vampiro de Curitiba, Dalton Trevisan, nos brinda com

Polícia Federal indicia Michel Temer e pede prisão do coronel Lima

Presidente e outras 10 pessoas são investigados por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa no inquérito dos Portos A

Haddad é mais rejeitado pelos eleitores que Bolsonaro, aponta Ibope

Entre os dois candidatos à Presidência da República que disputam o segundo turno, Fernando Haddad (PT) é o mais rejeitado, conforme demonstrou

Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%

Jair Bolonsaro, candidato do PSL à Presidência da República, abriu 18 pontos de  vantagem em relação a Fernando Haddad (PT) na disputa em

Bolsonaro lidera com 59% dos votos válidos; Haddad tem 41%

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, continua na liderança das intenções de voto para o segundo turno, segundo

Tribunal Superior Eleitoral tratará de fake news com WhatsApp

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai marcar uma reunião para os próximos dias com representantes do WhatsApp com o objetivo de discutir a

Igreja centenária amanhece pichada com suásticas

A centenária capela de São Pedro da Serra, em Nova Friburgo, cidade da Região Serrana distante 140 quilômetros da capital do Rio de Janeiro,

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: