Até o momento, três partidos divulgaram posicionamento: Novo e PP não apoiarão nem Jair Bolsonaro (PSL) nem Fernando Haddad (PT); PSOL definiu apoio ao candidato petista. Jair Bolsonaro e Fernando Haddad disputam o 2º turno presidencial

Reuters

Com a confirmação de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições presidenciais, os demais partidos começaram a definir a posição que adotarão no pleito.

No primeiro turno, Bolsonaro obteve 49,2 milhões de votos (46,03%) e Haddad, 31,3 milhões (29,28%). O segundo turno está marcado para o dia 28.

Até o momento, três partidos já definiram qual posição adotarão no segundo turno. PP e Novo decidiram pela neutralidade. Isso significa que as siglas não apoiarão formalmente nem Bolsonaro nem Haddad. Já o PSOL decidiu apoiar a candidatura de Haddad.

Nesta semana, outros partidos têm reuniões para definir o posicionamento do segundo turno.

Saiba abaixo a posição dos partidos no segundo turno (em ordem alfabética):

Novo: O partido confirmou nesta terça-feira (9) que não vai apoiar nem Fernando Haddad (PT) nem Jair Bolsonaro (PSL). No entanto, a sigla declarou, em nota aos militantes, que é "absolutamente" contrária ao PT, que, segundo o Novo, "tem ideias e práticas opostas às nossas".

PP: A sigla divulgou um documento nesta terça em que declara que manterá postura de “absoluta isenção e neutralidade” no segundo turno. A legenda integra o chamado bloco do "Centrão" e no primeiro turno do pleito havia participado da coligação do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin.

PSOL: O partido declarou que irá apoiar o candidato do PT, Fernando Haddad, no segundo turno. A decisão foi tomada pela Executiva Nacional do partido após reunião na segunda (8).

Initial plugin text


STF e Câmara podem analisar decreto das armas nesta semana

O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), informou ao blog que a Corte deve começar a julgar nesta quarta-feira (26) o

Bolsa Família: frequência escolar deve ser enviada até

Secretarias municipais de educação de todo o país devem enviar o registro de frequência escolar de beneficiários do Programa Bolsa Família ao

A NICA DA LIBERDADE 208

Ramiro Guedes LITURA RECOMENDADA Recomendar “Crime e Castigo”, de Dostoiévski, é recomendar um mergulho no mais profundo da alma humana em

Prefeito e vereadores do município de Caravelas viajam à Salvador

Caravelas: Na viagem, realizada à capital do estado da Bahia, levaram as demandas para abertura de poços artesianos e tratores. Silvio Ramalho

Presidente dos Correios anuncia que vai se afastar do cargo

Na semana passada, Jair Bolsonaro afirmou que já havia decidido demitir o general Juarez Cunha. "Hoje me afasto dos Correios. Foram 7 meses de

Isenção de visto para cidadãos de EUA, Canadá Japão e Austrália

A isenção de visto de visita para estrangeiros da Austrália, do Canadá, dos Estados Unidos e do Japão, já passou a valer. Determinada por

Maia diz que comissão pode aprovar Previdência na semana que vem

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (17) que a reforma da Previdência pode ser aprovada pela comissão

Governo suspende exigência de aulas para tirar habilitação das

Depois desse período, número de aulas práticas para obter ACC vai cair de 20 para 5. Decisão passa a valer daqui 90 dias. O Conselho Nacional

Auxílio-reclusão e pensões podem ser inferiores ao salário

O relatório da reforma da Previdência, entregue nesta quinta-feira, 13, pelo deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), estabelece que o

Criminalização da homofobia: STF deve retomar julgamento

Se previsão for confirmada, será a sexta sessão em que o STF tratará do tema O Supremo Tribunal Federal (STF) deve retomar na quinta-feira, 13

Nossos Apoiadores: