O prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, disse que vai apoiar e votar em Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições presidenciais. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (10), em um hotel no bairro do Rio Vermelho, na capital baiana.

Mais cedo, Neto divulgou nota nacional em que afirma que o partido não vai apoiar nem Haddad e nem Bolsonaro, mas que os líderes da sigla, individualmente, estavam "liberados para, seguindo as suas convicções, apresentarem a sua manifestação de voto neste segundo turno". Ele deixou claro que a posição de apoiar Bolsonaro é dele.

"O partido nacional manifestou na manhã de hoje a sua posição muito clara, coerente com a sua história, coerente com tudo que nós defendemos ao longo dos últimos anos. Nosso campo não é o campo do PT, mas o partido, nacionalmente, liberou as suas lideranças, a sua militância, para que em cada estado pudesem se manifestar, expressar a sua preferência, a sua opinião em relação a esse segundo turno. O que estou fazendo aqui, agora de imediato na Bahia, é, como cidadão, anunciar meu apoio à candidatura do candidato do PSL Jair Bolsoaro", disse.

Neto, que no primeiro turno apoiou a candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) à presidência, afirmou que diverge de algumas ideias defendidas por Bolsonaro, mas diz acreditar que ele possa fazer uma mudança no país.

"Mesmo não concordando com tudo, do ponto de vista ideológico e programático, que defende o candidato Bolsonaro, na minha opinião, existe uma coisa que nos une é que é mais forte: que é exatamente não deixar um governo tomado pelo PT, que foi o partido que trouxe ao Brasil mais de 13 milhões de desempregados, o partido do Mensalão, do Petrolão", disse.

"Por isso é que eu, particularmente aqui na Bahia, estou dando um voto de confiança à candidatura de Jair Bolsonaro. O PT não vai nos trazer nada de positivo ou de novo para traduzir esse desejo apresentado pela população nas urnas", afirmou o prefeito.

Neto falou na coletiva ao lado do ex-prefeito de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, Zé Ronaldo, também do DEM, que ficou em segundo lugar na disputa pelo governo da Bahia e que, já no primeiro turno, mesmo antes do partido se manifestar nacionalmente, já havia declarado apoio a Bolsonaro. "Fico feliz com essa decisão", disse Zé, na coletiva, após o anúncio de Neto.

"No primeiro turno, nosso apoio foi para Geraldo Alckmin, mas o nosso gosto não foi o gosto da maioria da população. Isso é a democracia. No entanto, agora no segundo turno, votarei em Bolsonaro. Não concordo com tudo que ele diz, mas queremos mudança, algo novo", completou Neto.

Fonte: G1


Após denúncia sobre ar-condicionado quebrados no SAC/Teixeira, SAEB

Teixeira de Freitas: Após matéria publicada no Liberdade News denunciando a alta temperatura no SAC por conta do ar-condicionado que está

Declaração do IR deve ser entregue a partir do dia 7 de março

A Declaração de Imposto da Pessoa Física deve ser entregue entre 7 de março e 30 de abril de 2019, pela internet. As regras para a entrega da

Criminalização da homofobia: Julgamento é suspenso no STF

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), leu nesta quinta-feira, 21, o quarto voto favorável à equiparação da

Vereda: Prefeito reeleito tem contas de 2017 rejeitadas

Vereda: O prefeito de Vereda, no extremo sul, Dinoel Souza Carvalho, teve as contas rejeitadas referente ao ano de 2017. A punição foi

Clientes desmaiam no SAC/Teixeira por conta do calor: Ar-condicionado

Teixeira de Freitas: Clientes do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) denunciaram a situação de extremo calor na unidade por falta da

Exclusivo: áudios desmentem o presidente Jair Bolsonaro

Jornalista diz que Bebianno vazou áudios Nos bastidores da crise que resultou na demissão de Gustavo Bebianno da Secretaria-Geral da

Governo apresenta hoje a proposta de reforma da Previdência

Expectativa é que Bolsonaro entregue a proposta pessoalmente ao Congresso. Governo já confirmou idade mínima de 65 anos para homens e 62 para

Exportação de jumentos do Brasil para a China vira caso de polícia

Cerca de 200 jumentos foram encontrados mortos em uma fazenda na cidade de Canudos, a 372 km de Salvador No final do mês passado, algum morador

No fim das contas, caso Bebianno tem o mesmo DNA da Lava Jato

Otávio do Rêgo Barros, o porta-voz da Presidência, até tentou despistar. Foi curto ao comunicar a demissão do ministro Gustavo Bebianno, e

Bolsonaro assina Projeto de Lei Anticrime

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira, 19, em solenidade no Palácio do Planalto, o Projeto de Lei Anticrime. O ministro da

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: