O prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, disse que vai apoiar e votar em Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições presidenciais. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (10), em um hotel no bairro do Rio Vermelho, na capital baiana.

Mais cedo, Neto divulgou nota nacional em que afirma que o partido não vai apoiar nem Haddad e nem Bolsonaro, mas que os líderes da sigla, individualmente, estavam "liberados para, seguindo as suas convicções, apresentarem a sua manifestação de voto neste segundo turno". Ele deixou claro que a posição de apoiar Bolsonaro é dele.

"O partido nacional manifestou na manhã de hoje a sua posição muito clara, coerente com a sua história, coerente com tudo que nós defendemos ao longo dos últimos anos. Nosso campo não é o campo do PT, mas o partido, nacionalmente, liberou as suas lideranças, a sua militância, para que em cada estado pudesem se manifestar, expressar a sua preferência, a sua opinião em relação a esse segundo turno. O que estou fazendo aqui, agora de imediato na Bahia, é, como cidadão, anunciar meu apoio à candidatura do candidato do PSL Jair Bolsoaro", disse.

Neto, que no primeiro turno apoiou a candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) à presidência, afirmou que diverge de algumas ideias defendidas por Bolsonaro, mas diz acreditar que ele possa fazer uma mudança no país.

"Mesmo não concordando com tudo, do ponto de vista ideológico e programático, que defende o candidato Bolsonaro, na minha opinião, existe uma coisa que nos une é que é mais forte: que é exatamente não deixar um governo tomado pelo PT, que foi o partido que trouxe ao Brasil mais de 13 milhões de desempregados, o partido do Mensalão, do Petrolão", disse.

"Por isso é que eu, particularmente aqui na Bahia, estou dando um voto de confiança à candidatura de Jair Bolsonaro. O PT não vai nos trazer nada de positivo ou de novo para traduzir esse desejo apresentado pela população nas urnas", afirmou o prefeito.

Neto falou na coletiva ao lado do ex-prefeito de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, Zé Ronaldo, também do DEM, que ficou em segundo lugar na disputa pelo governo da Bahia e que, já no primeiro turno, mesmo antes do partido se manifestar nacionalmente, já havia declarado apoio a Bolsonaro. "Fico feliz com essa decisão", disse Zé, na coletiva, após o anúncio de Neto.

"No primeiro turno, nosso apoio foi para Geraldo Alckmin, mas o nosso gosto não foi o gosto da maioria da população. Isso é a democracia. No entanto, agora no segundo turno, votarei em Bolsonaro. Não concordo com tudo que ele diz, mas queremos mudança, algo novo", completou Neto.

Fonte: G1


A NICA DA LIBERDADE 195

Ramiro Guedes O BEM-AMADO Por pura generosidade de seu Dário, amigo querido, revi toda a novela O Bem-amado, de Dias Gomes. A série continua

Brasileiros pagam imposto mais caro do mundo para usar a internet

Carga tributária brasileira para os serviços é de 40%, valor quase três vezes superior à média mundial Internautas pagam R$ 60 milhões em

Ronaldo Cordeiro é o novo presidente eleito da Câmara Municipal de

Teixeira de Freitas: A Câmara Municipal de Teixeira de Freitas realizou na manhã desta quarta-feira (12/12), a última sessão ordinária do ano

Modernização do Trânsito em Teixeira: Prefeito Temóteo Brito

Teixeira de Freitas: Na manhã desta quarta-feira, 12 de dezembro, o prefeito Temóteo Alves de Brito e a secretária interina de Projetos

Pressão da oposição faz Coronel voltar atrás e encerrar sessão

Após conversa com representantes da oposição o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel, decidiu encerrar a sessão

Projeto Escola Sem Partido será arquivado

Projeto proíbe que professores manifestem posicionamentos políticos ou ideológicos e que discutam questões de gênero em sala de aula. Foi a 12ª

Cerca de 200 delegados entregam cargos em protesto contra PEC do teto

Decisão foi tomada em assembleia realizada nesta terça-feira com mais de 400 delegados Cerca de 200 delegados que integram a cúpula da Polícia

As 7 forças que mudarão o futuro da economia global

Atualmente, a produtividade econômica de algumas cidades da China é maior do que a de países inteiros A chegada da internet no início dos anos

'Vou tentar acalmar os ânimos', diz Bolsonaro sobre PSL

O presidente eleito Jair Bolsonaro confirmou que se reunirá com o PSL na próxima semana e disse que irá acalmar o partido. "PSL é um partido

Paulo Guedes anuncia mais seis nomes da próxima equipe econômica

Futuro ministro definiu que Waldery Rodrigues será o secretário de Fazenda. O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, e o secretário-executivo

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: