DJ dia das mães

Segundo delegada, enteada de 15 anos confessou ato infracional em depoimento. Vítima ficou seis dias internada, mas não resistiu aos ferimentos.

Uma mulher de 28 anos morreu nesta segunda-feira (12) após ser atacadas com golpes de martelo enquanto dormia em casa, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. A vítima estava internada havia seis dias. A enteada dela, de 15 anos, foi apreendida e, segundo a polícia, confessou o ato infracional. A motivação, conforme a própria relatou em depoimento, foi o fato de madrasta e o pai terem confiscado seu celular como castigo após um caso de desobediência.

De acordo com a delegada Kênia Batista Dutra Segantini, responsável pelo caso, o ataque ocorreu na madrugada da última terça-feira (6), na casa onde a família morava. A vítima foi socorrida e desde então estava internada no Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). Porém, ela não resistiu aos ferimentos.

A delegada explica ainda que, inicialmente, a menor chegou a acionar o socorro e alegar que a madrasta havia sido atacada por outra pessoa. No entanto, ao ser ouvida pela polícia, ela acabou confessando e foi apreendida no mesmo dia.

"Ela relatou que teve um castigo imposto pelo pai, a pedido da madrasta, de tomar o seu celular, pois ela os desobedeceu e levou o aparelho para a escola. A adolescente disse que ficou revoltada e que decidiu que iria matar o pai e causar um grande sofrimento à madrasta", disse ao G1.

No entanto, no dia do ataque, o pai saiu mais cedo para trabalhar. A garota, então, pegou um martelo e desferiu ao menos cinco golpes contra a mulher. Além dos três, também vivia na residência o filho do casal, de 10 anos, que não presenciou a cena porque estava dormindo.

Kênia informou que, apesar da situação, a adolescente tinha uma boa convivência com a vítima. "Ela reclamou apenas que ela e o pai eram muito rígidos", destaca.

Já com uma medida de internação provisória expedida pela Justiça, a enteada foi transferida para Goiânia. Ela responderá por ato infracional análogo ao crime de homicídio. Se condenada, pode ficar internada por no máximo três anos.

Fonte: G1

Assaltantes são presos após ‘arrastão’ na cidade de Itabela

EUNÁPOLIS: Cinco pessoas, dentre elas duas mulheres, foram presas na tarde de quinta-feira (24), em Itabela, sob a acusação de cometer uma

Traficante é flagrado em casa com revólver e maconha

Investigadores da Delegacia Territorial (DT), de Arraial D’Ajuda, prenderam, na quarta-feira (23), Fábio da Conceição Xavier, o Sabotagem. Ele

Homem que agrediu ex em Santo Antonio de Jesus está foragido

O agressor Felipe Pedreira está sendo procurado pela polícia, desde sexta-feira (18), quando a Justiça acatou ao pedido de prisão preventiva

Homem preso com retroescavadeira “adulterada” prova inocência

Cansanção: Em março de 2017, o senhor Lídio Almeida de Oliveira, 43 anos, foi preso na cidade de Cansanção, proximo ao Senhor do Bonfim,

Recém-nascida achada em sacola ao lado de igreja recebe alta

A bebê recém-nascida encontrada ainda com o cordão umbilical dentro de uma sacola plástica na cidade de Itacaré, no baixo sul da Bahia,

Ministério Público investiga concurso da PM e dos Bombeiros

Após ter recomendado a suspensão do concurso da Polícia Militar da Bahia, o Ministério Público do Estado (MP-BA) abriu inquérito civil para

Paralisação na BR: Bloqueios continuam e empresário teixeirense é

Teixeira de Freitas: O protesto dos caminhoneiros por todo o Brasil, além de grande repercussão e aceitação por parte dos brasileiros, começa

Preso treinador de futebol acusado de abuso sexual em Eunápolis

Eunápolis: Policiais civis da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, com sede em Eunápolis, cumpriram mandados de prisão

Dono de funerária é preso; homem chegou a vender caixão de vítima

Um dono de funerária em Poções, no sudoeste, foi preso nesta segunda-feira (21) acusado de homicídio contra um servidor público. Segundo a

Mandados são cumpridos contra integrantes de quadrilha

Diego Silva Santos, o “Diego Cabeludo”, e Jefferson Cruz de Araújo, conhecido como “Jesus”, foram presos por policiais da Delegacia

Nossos Apoiadores: