Alcobaça: Nesta terça-feira (03) a especialista nesse ramo da medicina alternativa atendeu os pacientes no PSF1, numa iniciativa da Secretaria de Saúde, por meio da Prefeitura de Alcobaça. Os pacientes serão atendidos todas as terças e quintas-feiras, com agendamentos na Central de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde. 

O atendimento aos pacientes, de forma gratuita, está sendo realizado por Zelma Gomes Ferreira (pós-graduada em acupuntura tradicional chinesa na faculdade em Medicina Chinesa INCISA/IMAN e professora de educação física na Escola Técnica de Formação Gerencial).  Aos de 76 anos, Maria Anísia (moradora da Rua Pedro Muniz, no centro), busca no tratamento, através da acupuntura, a diminuição de dores no corpo. Usuária do sistema público de saúde, aprovou a iniciativa da Secretaria de Saúde.

"Já conhecia os benefícios do tratamento de acupuntura e fico surpresa desse serviço estar sendo oferecido na rede pública", afirmou.  O Secretário de Saúde, Robson Mattos, explicou que a acupuntura foi incluída no rol das especialidades oferecidas através do Núcleo de Saúde da Família (NASF) para atender os pacientes da rede municipal de saúde. "A conta é simples.

Quanto mais investimentos na qualidade de vida da população, menos doentes teremos nas filas dos postos de saúde e do hospital em busca de serviços médicos, exames e procedimentos hospitalares, além, é claro, de contribuir para reduzir o número de alcobacenses doentes. Por isso, todo dinheiro investido com essa finalidade vale a pena", afirmou. 

ACUPUNTURA - é o ramo da medicina chinesa tradicional que consiste em introduzir agulhas metálicas em pontos precisos do corpo de um paciente, para tratar de diferentes doenças ou provocar efeito anestésico.

Por: Liberadadenews/Ascom

Secretaria abre sindicância para investigar caso de paciente que

Nova Viçosa: Um vídeo que circulou nas redes sociais nas últimas horas registra um cidadão sofrendo um ataque epiléptico na recepção do

OMS estuda exame de sangue que detecta câncer de pulmão

Um exame de sangue em estudo aumenta a precisão de detecção precoce do câncer de pulmão, diz a Organização Mundial de Saúde. O teste

Bahia é quinto estado que mais perdeu leitos de internação do SUS

Mais de 1,9 mil leitos de internação da rede pública foram desativados na Bahia nos últimos oito anos. O estado ocupa o quinto lugar em

Brasil tem 415 mortes confirmadas por febre amarela

Desde julho de 2017, o Brasil registrou 415 mortes por febre amarela, informa o último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da

Pessoas casadas têm menor risco de morte por doenças do coração

Uma pesquisa desenvolvida por pesquisadores britânicos mostrou que o casamento pode proteger o coração. A partir da revisão de 34 estudos, com

Bahia lidera ranking de feridos por fogos de artifício

De acordo com dados do Sistema de Informação Hospitalar do governo federal, a Bahia é o estado que lidera o ranking de feridos por fogos de

Vacina contra sarampo pode ser aplicada em adultos e crianças

Brasil assiste em 2018 ao retorno do sarampo, infecção que já foi considerada "doença comum na infância" décadas antes de ser eliminada do

Brasil tem 327 mortes de crianças por zika desde novembro de 2015

O Brasil teve 327 morte de crianças relacionadas ao vírus desde novembro de 2015, quando o Ministério da Saúde passou a considerar a relação

Bahia tem 15% dos municípios com risco de retorno da poliomielite

Pelo menos 312 cidades brasileiras registram alto risco de retorno da poliomielite, sendo a Bahia o Estado com o quadro mais crítico. No total,

Poluição do ar provocou 32 milhões de casos de diabetes

A cada sete novos casos de diabetes, um é causado pela poluição do ar, de acordo com um estudo da revista Lancet Planetary Health. Embora a

Nossos Apoiadores: