Foi sancionada na última quarta-feira (27) pelo presidente Michel Temer, uma lei que permite que recém-nascidos sejam registrados com naturalidade da cidade onde a mãe mora e não necessariamente no local onde eles nasceram. Com a medida, nas certidões de nascimento constarão a data do registro, a data do nascimento e a naturalidade, e caberá ao declarante no registro do cartório indicar a cidade de nascimento ou de residência da mãe como naturalidade do bebê.

Quando se trata da Bahia, na prática, a ação beneficiará municípios pequenos e médios que não possuem maternidade. "É bom ser natural de sua cidade. Só porque dormiu uma noite e nasceu você não deveria ter que ser registrado em outro local", disse o prefeito de Gavião, Raul Soares (PSD). Mulheres da cidade de Gavião normalmente vão até Riachão de Jacuípe ou Capim Grosso para realizarem o parto. O prefeito de Andaraí, João Lúcio (PSD) concorda com a fala de Soares. "Tem a questão do orgulho e do pertencimento, acaba até afetando na questão da identidade, de nascer na cidade onde muitas vezes você construiu a vida", explicou.

Outro fato apontado por ele é que no caso de cidades em que o nascimento não é registrado, muitas vezes acontece a retração populacional. Quando a retração é constatada pelo Censo Demográfico impacta diretamente na diminuição dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). "Há municípios cuja população diminuiu e por consequência houve diminuição do recurso. Quanto maior a população, maior possibilidade de angariação de recurso", afirmou o gestor de Andaraí.

Quando se trata do município de Lafaiete Coutinho, o prefeito José Freitas de Santana explicou que mesmo sem maternidade, a lei não afetará a cidade. "Apesar das mães geralmente darem luz em Jequié, os bebês normalmente são registrados em Lafaiete, então não impacta em nada", ressaltou.

Câmara aprova projeto que define regras para a atuação dos agentes

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (12), o projeto de lei (PL) nº 6.437/16, que regulamenta as atividades dos agentes

Alta taxa de açúcar na gravidez aumenta risco de doença cardíaca

 Relação se dá mesmo entre mães que não têm diabetes. Risco é maior na fase inicial da gestação, quando coração do feto está se

Doenças relacionadas à gripe matam até 650 mil pessoas por ano

Doenças respiratórias associadas à gripe sazonal matam até 650 mil pessoas por ano no mundo, dizem estimativas da Organização Mundial de

Confira cinco alimentos ideais para consumir antes de dormir

Muita gente fica com peso na consciência de comer antes de dormir, mas não é necessário passar fome após o jantar. Para “beslicar” antes

Anvisa aprova vacinação em farmácias

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (12) uma nova resolução que permite que qualquer

O sol de verão e a pele, um velho problema

Os raios solares podem trazer consequências danosas à pele, principalmente no verão quando as pessoas ficam mais expostas. Segundo a

Alcobaça: Centenas de pessoas foram atendidas no dia da cidadania

Alcobaça: Os moradores do bairro mais populoso de São José de Alcobaça foram atendidos neste sábado (02) no Dia da Cidadania (nome atribuído

STF decide que regras do programa Mais Médicos são constitucionais

O Supremo Tribunal Federal (STF) validou nesta quinta-feira (30) as regras do programa Mais Médicos, criado em 2013 na gestão da ex-presidente

Câncer: Prefeitura Apoia Ação de Prevenção do dia 10 de Dezembro

Nessa sexta-feira, dia 1º de dezembro, inicia-se, oficialmente o Dezembro Laranja, um mês dedicado à prevenção e combate precoce do câncer de

Teixeira: Campanha de Doação de Sangue Católica

A Diocese de Teixeira de Freitas/ Caravelas (BA), por meio dos jovens da Pastoral Universitária, Ministério Universidades Renovadas e Renovação

Casa das Correias
New Impress
previcon
Lecão Car 2017
Connect Informática
Pitagoras Connect
Nossos Apoiadores: