O município de Alcobaca realizou nesta quinta-feira (19) o mutirão do glaucoma. A ação é a segunda realizada em apenas seis meses. A última aconteceu no último mês de maio. Os alcobacenses da zona rural do município foram atendidos durante o período da manhã. Já aqueles que residem na sede, tiveram os atendimentos agendados para parte da tarde. A triagem desses pacientes aconteceu nas unidades básicas da rede de saúde.
 
O mutirão do glaucoma foi realizado no PSF01 (que fica localizado na Praça da Cacimba, no centro da cidade). O serviço foi direcionado aos pacientes da rede pública com idade acima dos 40 anos ou com histórico familiar de diagnóstico da doença.
 
Para o Secretário de Saúde de Alcobaça, Robson Mattos, essa ação contribui para a melhoria da expectativa e da qualidade de vida da população. "Esse tipo de procedimento é muito caro e o tratamento é ainda mais impactante sobre a economia de muitos desses pacientes, daí, esse tipo de ação aumenta a eficiência e a abrangência da rede de saúde", explicou.
 
O representante do Instituto Saúde de Olhos de Brasília (ISOB), Edinaldo de Souza, falou dos procedimentos realizados no mutirão do glaucoma. "Estamos realizando fundoscopia (fundo de olho), tonometria e campimetria (campo visual), procedimentos para detectação de anomalias e irregularidades na visão. Após os exames, os pacientes diagnosticados com a doença, começam a receber os medicamentos gratuitamente, de forma continuada, até o final de sua vida", esclareceu.
 
 
A vereadora Sandra do Cantagalo se sentiu muito orgulhosa de ver o serviço sendo oferecido à população. "É um prazer imenso ver a realização desse mutirão, pela segunda vez, o que mostra o compromisso do Prefeito de Alcobaça, Léo Brito, e do Secretário de Saúde, Robson Mattos, e de toda a equipe de saúde. É uma satisfação muito grande, pois, o nosso povo realmente precisa desse tipo de ação", destacou.
 
A moradora de Rancho Queimado, Sônia Maria da Costa Santos, aproveitou o serviço oferecido gratuitamente na rede pública de saúde para conferir sua visão. "Isso é muito bom, principalmente pra gente, que não tem dinheiro suficiente para fazer esse tipo de atendimento médico, daí eu vim me prevenir, mas, graças à Deus, não deu nada", afirmou.
 
Seu João Costa, morador de Igrejinha, retornou para fazer um novo exame na visão. "Estamos aqui pela segunda vez para examinar as vistas e, graças à Deus, tá tudo certo. Esse procedimento é muito para todos nós, até da zona rural, e esse é um trabalho muito bom pra gente", opinou.
 
Por: Liberdadenews/Ascom

Caixa instalada para mulheres abandonarem bebês nos EUA

A caixa, no quartel de bombeiros no Estado da Indiana, nos EUA, lembra mais um recipiente para cartas, mas, na verdade, é destinada a ter nela

Uma hora a mais de sono faz diferença?

Uma pesquisa recente mostra que a falta de sono afeta a memória e o desempenho no trabalho em áreas váriadas Muitos de nós fazemos isso.

O que é a neve preta que está caindo na Sibéria?

Cidade coberta por neve preta e tóxica fica próxima a uma mina de carvão Partes da cidade de Kiselyovsk, da região da Sibéria, na Rússia,

Distúrbios na visão, o sintoma muitas vezes ignorado da enxaqueca

Sintoma mais comum de doença que afeta 15% da população é a dor de cabeça, mas o que muitos não sabem é que ela pode se manifestar por meio de

Fevereiro roxo: entenda o lúpus, doença que afeta Selena Gomez

Doença autoimune causa inflamações na pele, articulações e órgãos; apesar de não ter cura, o lúpus pode ser tratado e paciente pode ter vida

Brasil corre risco de perder selo de erradicação do sarampo

O Brasil corre o risco de perder o certificado de erradicação do sarampo, obtido há três anos. Sem conseguir controlar a transmissão da

Prematuros apresentam mais risco de hidrocefalia

Mesmo com os avanços na medicina neonatal, os bebês que nascem prematuros (pré-termo), ou seja, com idade gestacional inferior a 37 semanas e

Fim do horário de verão: Como adaptar o corpo a essa mudança

O horário de verão chega ao fim neste sábado. Quem vive nos dez Estados e no Distrito Federal onde os relógios tiveram de ser adiantados há

Como fazer isotônico caseiro e saudável

Nutricionista norte-americana passa uma receita simples, prática e saudável de isotônico para você fazer em casa Inicialmente projetado para

Como o álcool altera nosso DNA e nos faz querer beber ainda mais

O consumo de grandes quantidades de álcool pode causar mudanças no DNA das pessoas, levando-as a ter ainda mais vontade de beber, segundo um

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: