As bebidas vegetais vieram mesmo para ficar! Alternativas ao tradicional leite da vaca ou demais bebidas de origem animal já podem ser encontradas nas versões líquida e em pó. As bebidas vegetais são elaboradas a partir de grãos e sementes como arroz, soja, aveia, amêndoas, entre outros. Pesquisas apontam que 70% da população possui intolerância a lactose e 7 entre 10 pessoas sentem desconforto depois de ingerir leite.

A lactose é um açúcar presente no leite que depende de uma enzima chamada lactase para ser digerida, porém a produção dessa enzima vai diminuindo com a idade, o que torna o leite um alimento de difícil digestão, causador de flatulência e diarreia. Não só a lactose, mas também a proteína do leite pode contra indicar seu consumo.

A proteína do leite é de difícil digestão. Quando não digerida, ela faz com que o nosso sistema imunológico responda e crie anticorpos contra ela, acarretando em alergias que podem se manifestar na forma de rinite, sinusite e outras inflamações. Além de não possuirem lactose e nem proteína do leite, as bebidas vegetais ainda são livres de colesterol, caseína e gorduras saturadas, presentes em bebidas de origem animal. Podem ser incluídas no café da manhã para acompanhar as frutas ou o café preto, em receitas doces e salgadas, e batidas com frutas e fibras, o que as faz uma ótima opção para os lanches intermediários.

Em entrevista, o nutrólogo Nataniel Viuniski, membro do Conselho para Assuntos de Nutrição Herbalife, informou que as vantagens das bebidas vegetais em relação ao leite são os 15% a mais de proteína, 70% menos gordura, 0% de LDL (colesterol ruim) e é fonte de fibra, diferente do leite. “A Herbalife lançou uma bebida vegetal substituta do leite, o NutreV que é indicado para dietas com restrição à lactose e para quem deseja uma alimentação saudável e rica em nutrientes.

O melhor conteúdo nutricional são as fontes de proteínas da soja, que é uma proteína completa e contém todos os aminoácidos que o corpo não produz, mas que são essenciais”, declarou. Outro trunfo da bebida alternativa é a segurança por não haver contraindicações e a saciedade prolongada. O nutrólogo ainda afirma que o consumo da bebida regula o intestino e alimenta as boas bactérias do corpo. As bebidas vegetais são facilmente encontradas nos supermercados, texturizadas ou isoladas, com pouca diferença de preço do leite tradicional.

Fonte: Bahianoticias


Fiocruz revela que vírus Zika veio do Haiti para o Brasil

O vírus Zika que chegou ao Brasil é proveniente do Haiti, revelou um estudo desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Pernambuco.

Vacinação imuniza 10% das crianças contra pólio e sarampo

Na primeira semana da Campanha Nacional de Vacinação Contra a poliomielite e sarampo, 1,16 milhão de crianças se vacinaram contra a pólio e

Consumo excessivo de álcool aumenta risco de AVC e infarto

Pesquisa publicada no "Journal of American Heart Association" nesta sexta-feira (10) mostra que o consumo excessivo de bebidas alcoólicas em um

Secretário de Saúde visita Centro de Equoterapia de Teixeira

O Secretário Municipal de Saúde de Teixeira De Freitas, Max Almeida, visitou na tarde desta quinta-feira, 9 de agosto, o Centro de Equoterapia,

Diretoria da Policlínica apresenta dados e orienta sobre atendimento

Teixeira de Freitas: Nesta quarta-feira, dia 8 de agosto, a diretoria da Policlínica Regional do Extremo Sul reuniu a imprensa para apresentar

Turismo de saúde pode ser 3 vezes mais valioso que o convencional

O trânsito de pessoas entre cidades, estados e países para turismo é extremamente comum e lucrativo para os destinos visitados. Entretanto,

Menino de 2 anos coloca bateria no nariz em Medeiros Neto: Objeto foi

Medeiros Neto: Um menino de dois anos e sete meses de idade introduziu uma bateria dentro do nariz, no final da tarde da última sexta-feira (3),

Cresce número de médicos em busca de trabalho em Portugal

Nos últimos anos cresceu mais de oito vezes o número de médicos brasileiros em busca de trabalho em Portugal. De acordo com informações da

Mulher morre após esperar sete anos por vaga em hospital para

A dona de casa Josilene dos Santos, que aguardava por uma cirurgia cardíaca há sete anos, morreu na quinta-feira (2), em Juazeiro (BA).

Casos de sarampo passam de mil no ano, maior número desde 1999

O Brasil já tem mais de mil casos confirmados de sarampo em 2018. O número foi atualizado pelo Ministério da Saúde na quarta-feira (1º).

Nossos Apoiadores: