O Brasil registra 829 mortes diárias em decorrência de condições adquiridas nos hospitais, apontou o primeiro Anuário da Segurança Assistencial Hospitalar, do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS). O número equivale a três mortos a cada cinco minutos no país. Produzido pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a partir de um termo de cooperação entre as duas instituições, o levantamento mostra que eventos adversos matam mais do que a soma de acidentes de trânsito, homicídios, latrocínio e câncer.

Apenas as doenças cardiovasculares, consideradas a principal causa de falecimento no mundo, matam mais pessoa no país: 950 brasileiros por dia, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia. O falecimento de 302.610 brasileiros em hospitais públicos ou privados como consequência de um evento adverso, apenas em 2016, é resultado, por exemplo, de erros de dosagem ou aplicação de medicamentos, uso incorreto de equipamentos e infecção hospitalar, entre inúmeros outros casos. Não significa, necessariamente, que houve um erro, negligência ou baixa qualidade, mas trata-se de incidente que poderia ter sido evitado, na maior parte das vezes.

Além do óbito, os eventos adversos também podem gerar sequelas com comprometimento do exercício das atividades da vida do paciente e sofrimento psíquico, além de elevar o custo assistencial. De acordo com o Anuário, dos 19,1 milhões de brasileiros internados em hospitais ao longo de 2016, 1,4 milhão foram vítimas de ao menos um evento adverso. "Não existe sistema de saúde que seja infalível. Mesmo os mais avançados também sofrem com eventos adversos.

O que acontece no Brasil está inserido em um contexto global de falhas da assistência à saúde nos diversos processos hospitalares. A diferença é que, no caso brasileiro, apesar dos esforços, há pouca transparência sobre essas informações e, sem termos clareza sobre o tamanho do problema, fica muito difícil começar a enfrentá-lo", analisou Renato Couto, professor da UFMG e um dos responsáveis pelo Anuário. No mundo, de acordo com o documento, ocorrem anualmente 421 milhões de internações hospitalares e 42,7 milhões de eventos adversos, um problema de saúde pública reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Fonte: Bahianoticias

Confira cinco alimentos ideais para consumir antes de dormir

Muita gente fica com peso na consciência de comer antes de dormir, mas não é necessário passar fome após o jantar. Para “beslicar” antes

Anvisa aprova vacinação em farmácias

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (12) uma nova resolução que permite que qualquer

O sol de verão e a pele, um velho problema

Os raios solares podem trazer consequências danosas à pele, principalmente no verão quando as pessoas ficam mais expostas. Segundo a

Alcobaça: Centenas de pessoas foram atendidas no dia da cidadania

Alcobaça: Os moradores do bairro mais populoso de São José de Alcobaça foram atendidos neste sábado (02) no Dia da Cidadania (nome atribuído

STF decide que regras do programa Mais Médicos são constitucionais

O Supremo Tribunal Federal (STF) validou nesta quinta-feira (30) as regras do programa Mais Médicos, criado em 2013 na gestão da ex-presidente

Câncer: Prefeitura Apoia Ação de Prevenção do dia 10 de Dezembro

Nessa sexta-feira, dia 1º de dezembro, inicia-se, oficialmente o Dezembro Laranja, um mês dedicado à prevenção e combate precoce do câncer de

Teixeira: Campanha de Doação de Sangue Católica

A Diocese de Teixeira de Freitas/ Caravelas (BA), por meio dos jovens da Pastoral Universitária, Ministério Universidades Renovadas e Renovação

Saúde: Mais da metade dos brasileiros está infectada com HPV

Mais de metade da população brasileira está infectada pelo vírus HPV, apontou estudo divulgado nesta segunda-feira (27) pelo Ministério da

Moscas ajudam a transmitir bactérias que causam gastrite e úlcera

Um estudo revela que as moscas podem carregar centenas e diferentes espécies de bactérias prejudiciais aos seres humanos. A pesquisa foi

Após ameaça de paralisação, médicos do HMTF se reúnem com

Teixeira de Freitas: Nesta última semana, foi divulgado um comunicado dos médicos do HMTF, principalmente da Equipe de

Casa das Correias
New Impress
previcon
Lecão Car 2017
Connect Informática
Pitagoras Connect
Nossos Apoiadores: