Frutas picadas ou picolés de baixa caloria cortados em cubos e gelo de água de coco são boas dicas para quem tomou essa decisão neste verão

O cuidado com hábitos alimentares ajuda na tarefa de deixar o cigarro de lado. Segundo a médica pneumologista Cristina Cantarino, Coordenadora do Centro de Tratamento de Tabagismo do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), alguns alimentos podem interferir, atrapalhando ou ajudando a largar a dependência do cigarro.

"O fumante tem de prestar atenção nos mínimos detalhes para conseguir parar de fumar. Assim como ele reorganizou a mobília, por exemplo, para alterar aquele 'cantinho do cigarro' que o convidava a fumar, ele também tem prestar atenção no que come, pois isso pode ajudar significativamente", conta Cantarino. 

"Bebidas não alcoólicas geladas, por exemplo, servem bem em um 'kit de salvação'. Alguns se dão bem com frutas picadas ou picolés de baixa caloria cortados em cubos e gelo de água de coco", explica a pneumologista.

"Tenha sempre por perto cenoura crua cortada em palitinhos. Aipo e rabanete também podem ajudar. Mastigar cravos ou cristais de gengibre funciona para algumas pessoas e a água deve ser consumida por todos em grande quantidade. Pelo menos dois litros por dia", acrescenta. O ideal é o fumante observar quais são os alimentos ou bebidas que o levam ao cigarro, para evitar, assim como aqueles que na sua avaliação 'não combinam com o cigarro' - esses devem ser deixados sempre por perto. Esta avaliação é individual e varia entre os fumantes.

O café e o álcool são gatilhos e, na maioria dos casos, costumam levar à vontade de fumar. Evite-os. Faça uma substituição por suco de frutas, refrescos ou leite gelados, por exemplo. Na hora de fazer a substituição, escolha alimentos de sua preferência, que te tragam prazer, para que o processo não seja um sacrifício.

"O cigarro 'rouba', entre outras coisas, a Vitamina C e a imunidade. Portanto, escolha alimentos saudáveis como legumes crus e frutas. É hora de repor o que foi perdido e investir na saúde", finaliza Cantarino.

O tratamento do tabagismo é oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ligue para o número 136 e se informe em quais Unidades Básicas de Saúde e Hospitais de seu município o tratamento está disponível. 

Com informações: Ascom/ Ministério da Saúde


Após pedido, governo regulariza compra de testes para tuberculose

O Ministério da Saúde retomou o abastecimento dos testes para tuberculose, após recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU). De acordo

O que fazer para evitar que o ambiente de trabalho literalmente nos

Em 2015, uma análise feita com base em quase 300 estudos constatou que práticas nocivas no local de trabalho elevavam a mortalidade, assim como o

A camisinha que se autolubrifica e pode reduzir contágio por DSTs

Com o objetivo de estimular o uso da camisinha, cientistas desenvolveram preservativos de látex que se autolubrificam quando em contato com fluidos

O frigorífico que produz carne de frango sem matar uma ave

Há uma crise iminente diante do crescente apetite por carne no mundo. Será que um frango que cisca em uma fazenda em São Francisco pode ser a

Unacon realiza dia em homenagem ao Outubro Rosa em Teixeira

Teixeira de Freitas: Nesta quarta-feira, dia 17 de outubro, a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) realizou o Dia Rosa em homenagem

Saiba mais sobre os Antinutrientes

Antinutrientes é a nova palavra da nutrição, mas não é exatamente o que o nome sugere Os antinutrientes – compostos encontrados em

O que sabemos sobre vitamina D para o desempenho físico

Os benefícios ainda são obscuros, mas especialistas dizem que não há mal nenhum em adicionar mais à sua dieta A vitamina D é um nutriente

O que você deve saber sobre o jejum intermitente

Guia do atleta que opta pelo jejum intermitente O jejum intermitente (JI) tem feito as rondas no mundo da saúde e bem-estar desde o início dos

Como o aquecimento global pode levar a falta de cerveja no mundo

Não é que os cientistas estejam botando água no seu chope. Nem é que o aquecimento global vá terminar esquentando também seu copo. Na

Foi decretado 2º surto de ebola na República Democrática do Congo

Segundo fontes relataram à Agência Efe, o surto tem entre suas principais causas a falta de conscientização sobre a doença e à desconfiança

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: