Em cada pessoa o problema aparece por uma causa diferente. Listamos as mais comuns para você descobrir o que pode estar errado

Não tem quem nunca teve uma dor de cabeça e há muitos motivos para ela acontecer. O tipo mais conhecido é a enxaqueca — aquela dor latejante que pode aparecer em um ou nos dois lados da cabeça e que pode ser desencadeada por vários motivos. O neurologista Daniel Ciampi, do Hospital das Clínicas de São Paulo explica que "cada pessoa tem um fator desencadeante da enxaqueca, é impossível generalizar. Não existe um fator que cause dor de cabeça em todos, mas existem causas mais comuns entre a população".

Alimentação - Em algumas pessoas, a alimentação pode interferir diretamente na dor de cabeça. O chocolate é um dos vilões, embora não se saiba ainda o porquê. Segundo Ciampi, "alguns pesquisadores acham até que a vontade de comer doces ou gordura seria um sinal premonitório da crise, ou seja, algo que surge antes da dor". Assim, para alguns, a vontade de comer chocolate não é um gatilho desencadeante da dor mas sim parte do problema. Ao chocolate juntam-se as frutas cítricas, alimentos muito gelados, como o sorvete, nozes, alimentos gordurosos e condimentados.

Café - Quem costuma ter enxaquecas deve evitar o café e as bebidas que contenham a cafeína e outros estimulantes, como alguns refrigerantes, energéticos e chá preto. Quem está acostumado a ingerir essas bebidas diariamente pode sentir dor de cabeça quando fica sem. Segundo o médico Daniel Ciampi, a cafeina, faz com que os vasos cerebrais fiquem contraídos e isso causa um efeito analgésico. Quando a pessoa toma café todos os dias se acostuma com esse efeito. Se deixa de tomar, acontece o contrário: os vasos se dilatam e sem o efeito analgésico, surge a dor de cabeça.

Pular Refeições - Ficar muito tempo sem comer pode fazer com que a taxa de açúcar do sangue diminua. Isso provoca a produção de substâncias que causam a dor. De acordo com o Ministério da Saúde, o ideal é comer alguma coisa a cada 3 ou 4 horas. Também é importante não exagerar na comida, não comer demais depois de passar muito tempo em jejum.

Dormir mal - Uma boa noite de sono é fundamental para evitar a enxaqueca e outras dores de cabeça. Dormir pouco, dormir muito, demorar para pegar no sono, acordar no meio da noite e roncar são todos possíveis desencadeantes de dor de cabeça. De acordo com o médico Daniel Ciampi, pessoas que sofrem de Apnéia do Sono tendem a ter dor de cabeça. Isso porque o processo de oxigenação do cérebro durante a noite passa a ser defeituoso. Com mais CO2 no sangue acontece uma vasodilatação que desencadeia a dor.

Postura - A má postura pode causar tensões na coluna, principalmente na cervical, a região do pescoço. Essa dor pode passar para a cabeça, normalmente para a nuca ou para a região em cima dos olhos. O estresse e a tensão muscular no pescoço e nos ombros podem piorar o problema.

Fonte: R7

Secretaria abre sindicância para investigar caso de paciente que

Nova Viçosa: Um vídeo que circulou nas redes sociais nas últimas horas registra um cidadão sofrendo um ataque epiléptico na recepção do

OMS estuda exame de sangue que detecta câncer de pulmão

Um exame de sangue em estudo aumenta a precisão de detecção precoce do câncer de pulmão, diz a Organização Mundial de Saúde. O teste

Bahia é quinto estado que mais perdeu leitos de internação do SUS

Mais de 1,9 mil leitos de internação da rede pública foram desativados na Bahia nos últimos oito anos. O estado ocupa o quinto lugar em

Brasil tem 415 mortes confirmadas por febre amarela

Desde julho de 2017, o Brasil registrou 415 mortes por febre amarela, informa o último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da

Pessoas casadas têm menor risco de morte por doenças do coração

Uma pesquisa desenvolvida por pesquisadores britânicos mostrou que o casamento pode proteger o coração. A partir da revisão de 34 estudos, com

Bahia lidera ranking de feridos por fogos de artifício

De acordo com dados do Sistema de Informação Hospitalar do governo federal, a Bahia é o estado que lidera o ranking de feridos por fogos de

Vacina contra sarampo pode ser aplicada em adultos e crianças

Brasil assiste em 2018 ao retorno do sarampo, infecção que já foi considerada "doença comum na infância" décadas antes de ser eliminada do

Brasil tem 327 mortes de crianças por zika desde novembro de 2015

O Brasil teve 327 morte de crianças relacionadas ao vírus desde novembro de 2015, quando o Ministério da Saúde passou a considerar a relação

Bahia tem 15% dos municípios com risco de retorno da poliomielite

Pelo menos 312 cidades brasileiras registram alto risco de retorno da poliomielite, sendo a Bahia o Estado com o quadro mais crítico. No total,

Poluição do ar provocou 32 milhões de casos de diabetes

A cada sete novos casos de diabetes, um é causado pela poluição do ar, de acordo com um estudo da revista Lancet Planetary Health. Embora a

Nossos Apoiadores: