Algumas pessoas possuem uma habilidade natural para reinterpretar experiências de um modo positivo

Os cérebros conversam entre si sem que a gente perceba?

Pelo visto sim, de acordo com estudos sobre a sincronia dos impulsos cerebrais entre seres humanos realizados por Moran Cerf, professor de neurociência e negócios da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos.

Por mais de uma década, Cerf investiga como as pessoas tomam decisões, não só do ponto de vista comportamental, mas também utilizando eletroenfacelogramas que mostram as zonas do cérebro que se iluminam quando as pessoas reagem a diferentes estímulos.

E o que se tem descoberto é que, quando as pessoas passam tempo juntas, suas ondas cerebrais começam a se parecer e, em alguns casos, podem chegar a ser idênticas.

"Ao compartilhar (a companhia e experiências) com alguém, são produzidos alinhamentos entre os dois cérebros", diz o neurocientista em entrevista à BBC.

Sincronia elétrica

Em uma das pesquisas, pessoas expostas a determinados comerciais de filmes geraram padrões similares de atividades em seus cérebros, em uma espécie de "sincronia elétrica" que pode ser observada na tela do computador.

"Duas pessoas que assisem aos mesmos filmes, leem os mesmos livros, que compartilham as mesmas experiências e que, além disso, conversam entre si, começam, após duas semanas, a mostrar padrões comuns em linguagem, emoções e até pontos de vista", explica Cerf.

Por isso, segundo o pesquisador, a melhor decisão que se pode tomar na vida é escolher corretamente as pessoas que te rodeiam.

"As pessoas mais próximas a você têm um impacto na maneira como você se relaciona com a realidade maior do que se pode perceber ou explicar. E uma das consequências disso é se tornar parecido com essas pessoas", diz o neurocientista.

"Se você escolhe um companheiro ruim e passa dez anos com ele, essa decisão vai ter um impacto significativo (na sua personalidade) e na sua vida."

Como inventamos histórias

Em seus estudos sobre a forma como nossas escolhas afetam a nossa satisfação pessoal, Cerf distingue vários níveis.

Ele estuda as decisões que tomamos em um determinado momento, como essas decisões são lembradas a longo prazo e como as comparamos com as escolhas de outras pessoas.

O pesquisador diz que algumas pessoas têm grande habilidade para inventar narrativas ou contar histórias positivas sobre as decisões que tomaram.

"Tem gente que teve experiências muito difíceis, mas possuem essa incrível habilidade de usar o cérebro para reinventá-las ou reinterpreta-las. É uma maneira de sintetizar uma experiência particular ou a sua visão do mundo", afirma Cerf.

A melhor ferramenta para a felicidade

E como podemos treinar o cérebro a fazer essa reinterpretação positiva de experiências ruins?

"É difícil começar a reinterpretar a realidade de uma determinada maneira quando você nunca fez isso antes. A ferramenta mais eficaz é rodear-se de pessoas que possuem essa habilidade", aconselha o neurocientista.

"Se você passa tempo com essas pessoas, vai começar, progressivamente, a se sentir mais feliz. Vai acabar vendo o mundo de uma maneira mais parecida", completa.

"É algo que vai ocorrer naturalmente, não é preciso fazer conscientemente. Essa é a vantagem do alinhamento cerebral."

Fonte: BBC Brasil


Uma bactéria eficiente para afastar insetos e doenças

Bactéria funciona como eficiente repelente contra insetos, dizem pesquisadores Uma bactéria comum que vive naturalmente no solo revelou-se tão

Escultura de mexilhão envenenou aos poucos a artista plástica

"Eu estava tão fraca, meu corpo estava tão debilitado, que eu pensava: 'só quero terminar a obra antes de morrer'". Gillian Genser é uma

Dieta da saúde planetária: o cardápio que promete salvar o planeta

A 'dieta para saúde planetária', elaborada por cientistas, não elimina completamente a carne e os laticínios Cientistas desenvolveram uma

Como aumentar capacidade do cérebro com exercícios

Treinar com algumas estratégias pode torná-lo mais inteligente Durante anos, estudo após estudo mostrou que um bom suor melhora a função

Quem dorme menos de 6 horas tem mais chances de ter problemas de

Quem dorme menos de 6 horas por noite tem maior risco de aterosclerose - um acúmulo de placas nas artérias por todo o corpo, diz pesquisa Um

A ultrassom portátil que promete revolucionar medicina

Um ultrassom portátil de baixo custo e que pode ser conectado ao smartphone é uma das novas apostas tecnológicas para revolucionar a medicina

Estudo mostra que exposição a ar poluído gera maior risco de

Mulheres grávidas expostas a altos níveis de poluição do ar - mesmo que por um curto tempo - têm uma chance bem maior de sofrer aborto

Febre amarela: 2 pessoas morrem e 6 estão internadas com suspeita

Sorocaba - Dois homens morreram em pouco mais de uma semana com suspeita de febre amarela, em Eldorado, no Vale do Ribeira, região sul do Estado

Funcionária de hospital fica ferida após explosão de equipamento

Uma funcionária do Hospital São José, em Ilhéus, ficou ferida após um equipamento de esterilização de utensílios explodir dentro do centro

Secretaria de Teixeira intensifica ações de combate a dengue

Teixeira de Freitas: A reunião técnica de planejamento para o enfrentamentos da Dengue, Zika e Chikunugya neste verão, aconteceu na sede da

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: