Compostos naturais foram capazes de debelar uma série de doenças bacterianas que se tornaram resistentes à antibióticos

Pesquisadores da Rockefeller University, em Nova York, descobriram em amostras do solo recolhidas em diversos pontos dos Estados Unidos uma nova família de antibióticos com potencial para combater infecções difíceis de tratar.

Testes mostraram que os compostos naturais, chamados de 'malacidins', foram capazes de debelar uma série de doenças bacterianas que se tornaram resistentes à maioria dos antibióticos, entre elas a superbactéria MRSA (sigla em inglês que se refere à Staphylococcus aureus, que é resistente à meticilina).

Especialistas dizem que a pesquisa, divulgada na publicação científica Nature Microbiology, dá esperança na corrida para encontrar antibióticos mais efetivos.

Doenças resistentes a remédios são uma das grandes ameaças à saúde no mundo todo e matam cerca de 700 mil pessoas por ano. Por isso a pressa para encontrar novos tratamentos.

Remédio da 'poeira'

O chão está repleto de micro-organismos vivos com potencial para produzir componentes terapêuticos, incluindo antibióticos.

Sean Brady, líder da equipe de pesquisadores da Rockefeller University, é um dos cientistas dedicados a explorar o potencial medicinal da "poeira".

Seu time está usando uma técnica de sequenciamento de genes para analisar mais de mil amostras de solo coletadas em todos o território americano - e já identificou a nova família de antibióticos, chamada de 'malacidins', em muitas das amostras.

Eles chegaram a testar o componente natural em roedores já infectados por bactérias resistentes, e a infecção que eles tinham na pele foi eliminada.

Agora, os cientistas estão trabalhando para melhorar o medicamento e torná-lo ainda mais eficiente, na esperança de que essa nova família de antibióticos seja usada em tratamentos em humanos.

Isso, entretanto, ainda não é certo: Brady diz que a pesquisa está ainda em fase muito inicial e que, por isso, seria muito cedo para dizer.

"É um longo, árduo caminho entre a descoberta inicial e o uso médico de um antibiótico", salienta.

O professor Colin Garner, que pesquisa antibióticos no Reino Unido, pondera que a descoberta de novos antibióticos capazes de tratar doenças mais resistentes é uma boa noticia, mas não atende à demanda mais urgente.

"Nossa preocupação é com as bactérias chamadas gram-negativas, que são difíceis de tratar e cuja resistência está aumentando. Elas causam pneumonia, infeções sanguíneas e urinarias, além de infecção na pele. Precisamos de novos antibióticos", observa Garner.

Fonte: BBC Brasil


Estudo mostra que exposição a ar poluído gera maior risco de

Mulheres grávidas expostas a altos níveis de poluição do ar - mesmo que por um curto tempo - têm uma chance bem maior de sofrer aborto

Febre amarela: 2 pessoas morrem e 6 estão internadas com suspeita

Sorocaba - Dois homens morreram em pouco mais de uma semana com suspeita de febre amarela, em Eldorado, no Vale do Ribeira, região sul do Estado

Funcionária de hospital fica ferida após explosão de equipamento

Uma funcionária do Hospital São José, em Ilhéus, ficou ferida após um equipamento de esterilização de utensílios explodir dentro do centro

Secretaria de Teixeira intensifica ações de combate a dengue

Teixeira de Freitas: A reunião técnica de planejamento para o enfrentamentos da Dengue, Zika e Chikunugya neste verão, aconteceu na sede da

As 11 dicas de Harvard para melhorar sua vida sexual

A comunicação pode ser uma grande aliada na cama Fazer esportes, subir escadas, dormir e... fazer sexo: nenhuma dessas coisas é igual aos 20 e

Saiba como se prevenir do sol forte e evitar câncer de pele

O bronzeado forte é sinal de agressão à pele. Cuidado no verão! O câncer da pele é o mais comum entre os variados tipos dessa doença. E o

As vacinas do calendário de adultos estão abaixo da meta

Desde 2004, Ministério da Saúde estabeleceu calendário de vacinação de adultos. Falta de informação e taxa de abandono são principais

Mais Médicos: termina nesta quinta prazo para brasileiros se

1.707 profissionais que escolheram locais de atuação devem comparecer às prefeituras. Termina nesta quinta-feira (10) o prazo para médicos

HTLV-1, vírus pouco conhecido que atinge mais de 800 mil brasileiros

Quando era criança, a estudante de Teologia Erika Grace Piva Archanjo, hoje com 31 anos, tropeçava e caía com frequência, acidentes que ela e

Gordura no fígado pode evoluir para complicações graves

Entenda por que você não deve negligenciar o acúmulo de gordura no órgão Segundo estimativas, a esteatose hepática (gordura no fígado)

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: