O Ministério da Saúde vai monitorar os partos cesárias no país para adotar medidas para reduzir o número de cirurgias desnecessárias. A pasta quer identificar os partos desnecessários e traçar ações para aumentar o número de parto normal como primeira opção para o nascimento. Objetivo é que a equipe e gestante discutam o plano de parto para que seja feita a escolha pelo melhor tipo de procedimento que não coloque em risco a vida da mãe e do bebê. O monitoramento poderá ser feito pelo site da Secretaria de Vigilância em Saúde, a partir do dia 19 de março.

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta quarta-feira (7), durante cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Em 2017, foram realizados 2,7 milhões de partos no país. Considerando apenas partos nos serviços de saúde públicos, o número de partos normais é maior, sendo 58,1% e 41,9% de cesarianas. Segundo o ministro, a medida é um passo importante para garantir a saúde da mulher. “Precisamos garantir políticas que ampliem a assistência e garantam um atendimento adequado. As mulheres são as maiores usuárias do SUS e precisamos garantir acesso integral em todo país. Em relação a ação para coibir a realização de cesáreas desnecessárias, essa iniciativa vem ao encontro do fortalecimento de boas práticas para o parto normal. Temos que identificar os pontos fracos de cada serviço para que juntos possamos criar mecanismos que os ajudem a investir na realização de parto normal”, reforçou o ministro.

O Ministério da Saúde vai implantar o projeto Parto Cuidadoso em 634 maternidades do país. Inspirado no projeto Parto Adequado, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que conseguiu em três anos evitar que 10 mil cesarianas fossem realizadas desnecessariamente em 35 hospitais. Entre os hospitais que participaram do piloto estão o Hospital Israelita Albert Einstein e o Sophia Feldman (BH) e Agamenon Magalhães (PE). O projeto visa capacitar enfermeiras obstétricas e obstetrizes para atenção ao parto normal, além de promover ações educativas na Atenção Básica, onde é realizado o pré-natal. Desde 2015 até 2017, O Ministério da Saúde capacitou 2.774 enfermeiras que trabalham em maternidades, hospitais, centros de parto normal em obstetras. Essas profissionais estão aptas a fazer o parto normal de risco habitual. Além disso, 611 serviços passaram a contar com enfermeiras obstetras e obstetrizes. Em maio, a pasta realizará a Semana de Mobilização pela Saúde das Mulheres no SUS, tendo início no dia 28 de maio quando é celebrado o Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher.

O Ministério da Saúde ainda vai liberar para os municípios R$ 14 milhões para ações prioritárias em saúde sexual e reprodutiva. O edital que libera o recurso estará disponível no site do Ministério da Saúde, no dia 16 de março, com orientações e metas a serem alcançadas até 2022 como: redução da gravidez não planejada na adolescência de 17,5% para 15% até 2020; inclusão de mulheres idosas no planejamento das ações de saúde sexual e climatério; ampliar a oferta de DIU de cobre em 20% na Atenção Básica; ampliar o pré-natal do parceiro de 37% para 67%.


O que fazer para evitar que o ambiente de trabalho literalmente nos

Em 2015, uma análise feita com base em quase 300 estudos constatou que práticas nocivas no local de trabalho elevavam a mortalidade, assim como o

A camisinha que se autolubrifica e pode reduzir contágio por DSTs

Com o objetivo de estimular o uso da camisinha, cientistas desenvolveram preservativos de látex que se autolubrificam quando em contato com fluidos

O frigorífico que produz carne de frango sem matar uma ave

Há uma crise iminente diante do crescente apetite por carne no mundo. Será que um frango que cisca em uma fazenda em São Francisco pode ser a

Unacon realiza dia em homenagem ao Outubro Rosa em Teixeira

Teixeira de Freitas: Nesta quarta-feira, dia 17 de outubro, a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) realizou o Dia Rosa em homenagem

Saiba mais sobre os Antinutrientes

Antinutrientes é a nova palavra da nutrição, mas não é exatamente o que o nome sugere Os antinutrientes – compostos encontrados em

O que sabemos sobre vitamina D para o desempenho físico

Os benefícios ainda são obscuros, mas especialistas dizem que não há mal nenhum em adicionar mais à sua dieta A vitamina D é um nutriente

O que você deve saber sobre o jejum intermitente

Guia do atleta que opta pelo jejum intermitente O jejum intermitente (JI) tem feito as rondas no mundo da saúde e bem-estar desde o início dos

Como o aquecimento global pode levar a falta de cerveja no mundo

Não é que os cientistas estejam botando água no seu chope. Nem é que o aquecimento global vá terminar esquentando também seu copo. Na

Foi decretado 2º surto de ebola na República Democrática do Congo

Segundo fontes relataram à Agência Efe, o surto tem entre suas principais causas a falta de conscientização sobre a doença e à desconfiança

Estudo: Explosão no número global de cesáreas é 'alarmante'

O volume de cesarianas quase dobrou no mundo em quinze anos e atingiu "proporções alarmantes" em alguns países, aponta estudo divulgado na última

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: