A Secretaria de Saúde Pública do Pará confirmou, na noite de sexta-feira (11), a morte da quinta vítima por suspeita de raiva humana na ilha do Marajó. Todas as vítimas são crianças de uma comunidade rural do município de Melgaço. A suspeita é de que elas tenham sido infectadas pelo vírus da raiva, transmitido pela mordida de morcegos. Outras cinco crianças seguem internadas em estado grave na Santa Casa de Misericórdia do Pará.

As crianças morreram apresentando quadro semelhante: febre, dispneia, cefaleia, dor abdominal e sinais neurológicos, como paralisia flácida ascendente, convulsão, disfagia, desorientação, hidrofobia e hiperacusia.

Segundo especialistas, no mundo existem cerca de 1,2 mil espécies de morcegos, mas apenas três se alimentam de sangue. Se esses morcegos que se alimentam de sangue estiverem infectados pelo vírus da raiva, podem transmitir a doença através da mordida. Eles são encontrados facilmente na região amazônica.

“Geralmente esse morcegos se alimentam de bovinos, equinos, outros animais de produção e, no momento em que a colônia está grande, com uma grande quantidade de indivíduos, e eles não encontram alimentos, acabam procurando outras espécies, como o homem, que acaba tendo uma pele bem frágil e vulnerável nessas regiões”, explica a especialista.

A Sespa disse que o Instituto Pasteur em São Paulo vai a analisar amostras do material coletado nas vítimas. O instituto é referência no diagnóstico de raiva. A previsão é que resultados sejam emitidos em oito dias. Equipes do município, do estado e do Ministério da Saúde estão em Melgaço investigando os casos. Cerca de 1 mil doses de vacinas serão distribuídas para a população.

“A gente vai levar doses de vacinas suficientes para vacinar todas essas pessoas. Nós estamos até fazendo planos para fazer uma vacinação pré-exposição, entendendo que essas pessoas podem se expor a qualquer momento”, explica o especialista.


Fraudes em planos de saúde consomem R$ 15 em cada R$ 100

Contas hospitalares superestimadas, exames desnecessários e reembolsos Fraudes incluem procedimentos desnecessários A cada R$ 100 pagos pelos

Como maximizar sua produtividade

Viciado em eficiência? Comece encontrando seu ponto mais baixo do dia Meu nome é Jenny e sou  viciada em eficiência. Tudo começou na

Uma bactéria eficiente para afastar insetos e doenças

Bactéria funciona como eficiente repelente contra insetos, dizem pesquisadores Uma bactéria comum que vive naturalmente no solo revelou-se tão

Escultura de mexilhão envenenou aos poucos a artista plástica

"Eu estava tão fraca, meu corpo estava tão debilitado, que eu pensava: 'só quero terminar a obra antes de morrer'". Gillian Genser é uma

Dieta da saúde planetária: o cardápio que promete salvar o planeta

A 'dieta para saúde planetária', elaborada por cientistas, não elimina completamente a carne e os laticínios Cientistas desenvolveram uma

Como aumentar capacidade do cérebro com exercícios

Treinar com algumas estratégias pode torná-lo mais inteligente Durante anos, estudo após estudo mostrou que um bom suor melhora a função

Quem dorme menos de 6 horas tem mais chances de ter problemas de

Quem dorme menos de 6 horas por noite tem maior risco de aterosclerose - um acúmulo de placas nas artérias por todo o corpo, diz pesquisa Um

A ultrassom portátil que promete revolucionar medicina

Um ultrassom portátil de baixo custo e que pode ser conectado ao smartphone é uma das novas apostas tecnológicas para revolucionar a medicina

Estudo mostra que exposição a ar poluído gera maior risco de

Mulheres grávidas expostas a altos níveis de poluição do ar - mesmo que por um curto tempo - têm uma chance bem maior de sofrer aborto

Febre amarela: 2 pessoas morrem e 6 estão internadas com suspeita

Sorocaba - Dois homens morreram em pouco mais de uma semana com suspeita de febre amarela, em Eldorado, no Vale do Ribeira, região sul do Estado

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: