Dados da Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG) apontam que cerca de 3% da população brasileira com idade acima de 40 anos tenha a doença, que é silenciosa e assintomática. Devido a essas características, estima-se que 50% dos pacientes não são diagnosticados. De acordo com a oftalmologista Claudia Galvão, membro da SBG, o glaucoma é uma enfermidade extremamente complexa, devido a controvérsias com relação ao diagnóstico. "As pessoas não têm sintomas, então o paciente simplesmente não sabe.

O glaucoma não leva o paciente ao médico, o que leva é enxergar mal, olho coçando, diabetes, questões comuns", afirmou. A doença é considerada a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), são registrados 2,4 milhões de novos casos anualmente. Para alertar sobre a necessidade de diagnóstico precoce, é celebrado neste sábado (26) o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma. O diagnóstico da doença é feito durante consulta oftalmológica e, se realizado precocemente, pode evitar a perda da visão. Claudia Galvão explicou que há fatores de risco importantes que alertam o paciente sobre a necessidade de consulta.

Entre eles estão: pressão intraocular elevada, idade acima dos 40 anos, histórico familiar de glaucoma, diabetes e doenças nos olhos. Apesar da ausência de pesquisas com dados específicos sobre a Bahia, a oftalmologista explicou que se estima um número de casos maior no estado, em comparação ao Brasil, devido à prevalência de afrodescendentes. "Algumas raças têm prevalência maior, como a raça negra. Na verdade, tanto a prevalência é maior quanto a evolução para uma forma bem grave", acrescentou.

A médica fez ainda um alerta para os riscos da automedicação. "Há muitos casos de pacientes que usam colírio sem orientação médica. Agora, por exemplo, que tivemos um surto de conjuntivite, eu recebi paciente que teve conjuntivite e pegou o colírio do primo pra usar". Colírios que contêm corticoide têm boa resposta no tratamento de alergias, por exemplo, mas não devem ser usados sem acompanhamento médico, já que um de seus efeitos colaterais é o aumento da pressão intraocular. Apesar de tentativas da SBG para tornar obrigatória a retenção de receita médica para colírios com corticoide, as solicitações não foram atendidas.


Fiocruz revela que vírus Zika veio do Haiti para o Brasil

O vírus Zika que chegou ao Brasil é proveniente do Haiti, revelou um estudo desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Pernambuco.

Vacinação imuniza 10% das crianças contra pólio e sarampo

Na primeira semana da Campanha Nacional de Vacinação Contra a poliomielite e sarampo, 1,16 milhão de crianças se vacinaram contra a pólio e

Consumo excessivo de álcool aumenta risco de AVC e infarto

Pesquisa publicada no "Journal of American Heart Association" nesta sexta-feira (10) mostra que o consumo excessivo de bebidas alcoólicas em um

Secretário de Saúde visita Centro de Equoterapia de Teixeira

O Secretário Municipal de Saúde de Teixeira De Freitas, Max Almeida, visitou na tarde desta quinta-feira, 9 de agosto, o Centro de Equoterapia,

Diretoria da Policlínica apresenta dados e orienta sobre atendimento

Teixeira de Freitas: Nesta quarta-feira, dia 8 de agosto, a diretoria da Policlínica Regional do Extremo Sul reuniu a imprensa para apresentar

Turismo de saúde pode ser 3 vezes mais valioso que o convencional

O trânsito de pessoas entre cidades, estados e países para turismo é extremamente comum e lucrativo para os destinos visitados. Entretanto,

Menino de 2 anos coloca bateria no nariz em Medeiros Neto: Objeto foi

Medeiros Neto: Um menino de dois anos e sete meses de idade introduziu uma bateria dentro do nariz, no final da tarde da última sexta-feira (3),

Cresce número de médicos em busca de trabalho em Portugal

Nos últimos anos cresceu mais de oito vezes o número de médicos brasileiros em busca de trabalho em Portugal. De acordo com informações da

Mulher morre após esperar sete anos por vaga em hospital para

A dona de casa Josilene dos Santos, que aguardava por uma cirurgia cardíaca há sete anos, morreu na quinta-feira (2), em Juazeiro (BA).

Casos de sarampo passam de mil no ano, maior número desde 1999

O Brasil já tem mais de mil casos confirmados de sarampo em 2018. O número foi atualizado pelo Ministério da Saúde na quarta-feira (1º).

Nossos Apoiadores: