DJ dia das mães

O médico Abib Maldaun Neto, 54, especializado em nutrologia, foi condenado por violação sexual de uma de suas pacientes. Ele foi condenado a dois anos e oito meses de prisão pelo juiz Antonio Maria Patiño Zorz, da 29ª Vara Criminal. O médico afirma ser inocente e já recorreu da decisão. A paciente, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo, afirma que em junho de 2014, para emagrecer, procurou o médico. Segundo a acusação, no dia dos fatos, a paciente reclamou que o tratamento não estava surtindo efeito.

Com isso, o médico passou a questioná-la sobre sua vida sexual, e pediu que ela retirasse a calça e deitasse na maca, “pois resolveria o seu problema”. A paciente declarou à Justiça que, achando que tal conduta estava dentro dos padrões médicos, atendeu à determinação, deitando na maca de camiseta e calcinha. O médico teria medido sua pressão e colocado o estetoscópio no seu seio esquerdo, apalpando-a. Em seguida, teria pedido que retirasse a calcinha. “Mesmo estranhando, a ofendida, ainda induzida em erro, sem desconfiar que o réu a estava desde o início a molestando sexualmente, continuou atendendo ao comando”, diz o juiz em sua sentença.

Abib Maldaun Neto, sob o argumento de que verificava se havia algo errado, introduziu dois dedos na vagina da paciente. Ao jornal, a paciente contou que o médico massageou seu clitóris, dizendo que estava “estimulando-o para saber se estava tudo ok”, disse a paciente à polícia. “Eu queria chorar e sair correndo, mas não consegui”, afirmou. O médico afirmou que a acusação é fantasiosa. Afirmou que é uma praxe questionar a atividade sexual dos pacientes e que todo o atendimento é feito na presença de uma enfermeira.

O médico ainda disse que a paciente é “completamente desequilibrada”. A defesa ainda apresentou à Justiça um laudo psicológico em que atesta a personalidade do médico, como “fora dos padrões de abusadores sexuais”. O juiz descartou o laudo. Uma testemunha negou que o atendimento era realizado na presença de auxiliar. O médico responde ainda a uma outra acusação de violação sexual, feita por uma segunda paciente, no Conselho Regional de Medicina.

Fonte: Bahianoticias

Ministério divulga aumento de mortes por gripe entre crianças

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde mostram que 44 crianças menores de cinco anos morreram neste ano por complicações ligadas à gripe.

Secretaria de Saúde confirma carro fumacê em Teixeira de Freitas

Seguindo o calendário de ações planejadas para o controle de casos de Chikungunya registrados, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas

Secretaria de Saúde promove treinamento para médicos

A Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas promoveu, nesta terça-feira (19), uma capacitação para os médicos que atuam em Unidades Básicas

OAB-SP questiona juiz e promotor por laqueaduras

A Ordem dos Advogados do Brasil seção São Paulo (OAB-SP) entrou nesta terça-feira (19) com representação no Ministério Público Federal

Número de mortes por H1N1 sobe para 22 na Bahia

O número de mortes provocadas pela gripo H1N1 aumentou para 22 na Bahia. Os dados são referentes ao período que vai de janeiro até o dia 9 de

Obesidade atinge um em cada cinco adultos no Brasil

A epidemia de obesidade no Brasil começa a dar sinais de estagnação. Dados inéditos do Ministério da Saúde obtidos pelo jornal O Estado de S.

Portugal aprova uso de maconha com finalidade medicinal

O parlamento de Portugal aprovou nesta sexta-feira (15) o uso de maconha para fins medicinais. Originada de dois projetos de lei - um do Bloco de

Vacinação contra a Gripe em Teixeira segue até a próxima sexta

O Ministério da Saúde decidiu prorrogar a vacinação contra a gripe até o dia 22 de junho. Com isto, os Postos de Saúde do Município de

Bahia: Ministério da Saúde prorroga vacinação contra gripe

O Ministério da Saúde decidiu prorrogar a Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe até o dia 22 de junho, devido às baixas coberturas

Para 92% dos brasileiros, música melhora a experiência com sexo

Escutar música durante o sexo melhora a experiência, de acordo com 92,3% dos brasileiros. O resultado faz parte de uma pesquisa encomendada pelo

Nossos Apoiadores: