Estima-se que 5 milhões de mortes por ano em países de média e baixa renda sejam resultado de atendimento médico precário, de acordo com o primeiro estudo para quantificar o impacto de sistemas de saúde de má qualidade em todo o mundo. O número ultrapassa as mortes por falta de acesso aos sistemas de saúde (3,6 milhões).

Os resultados foram publicados pelo jornal científico "The Lancet". Ela foi conduzida pela Comissão de Saúde Global de Alta Qualidade, um projeto do próprio jornal científico que tem duração prevista de dois anos. Financiada pela Fundação Bill e Melina Gates, ela reúne 30 acadêmicos, formuladores de políticas e especialistas em sistemas de saúde de 18 países que estudaram como medir e melhorar a qualidade dos sistemas de saúde em todo o mundo.

Embora muitos dos países de baixa e média renda tenham feito progressos significativos na melhoria do acesso aos serviços de saúde, o estudo mostra que o atendimento precário no sistema de saúde é agora responsável por um número maior de mortes do que a falta de acesso. Falta de respeito, consultas rápidas e falhas, e preconceito estão entre principais problemas listados pelos pesquisadores.

Estima-se que o número total de mortes por cuidados de baixa qualidade por ano seja cinco vezes maior do que as mortes globais anuais por HIV/AIDS (cerca de um milhão) e mais de três vezes maior que as mortes por diabetes (1,4 milhão).

"O direito humano à saúde não tem sentido sem um atendimento de boa qualidade. Sistemas de saúde de alta qualidade colocam as pessoas em primeiro lugar. Elas geram saúde, conquistam a confiança do público e podem se adaptar quando as necessidades de saúde mudam. Os países saberão que estão a caminho de sistemas de saúde de alta qualidade ​​quando os profissionais de saúde e os formuladores de políticas escolhem receber cuidados de saúde em suas próprias instituições públicas."


Pessoas de toda região realizam cirurgias durante mutirão em

Teixeira de Freitas: Para diminuir a fila de espera das cirurgias eletivas, a Secretaria Municipal de Saúde Teixeira de Freitas, em parceria com a

Jornada de Luta da Pessoa com Deficiência segue até sexta-feira

Teixeira de Freitas: Iniciou nesta segunda-feira, dia 17 de setembro, a primeira edição da Jornada de Luta da Pessoa com Deficiência realizado

Homem se torna pessoa mais velha a receber transplante de rosto

Um homem de 64 anos se tornou a pessoa mais velha a receber um transplante de face. O canadense teve o rosto desfigurado, há sete anos, devido a

Bahia registra caso de sarampo após sete anos, diz Sesab

Bahia: Após sete anos, a Bahia registrou um caso de sarampo. Um homem, que é natural de Manaus (AM), foi diagnosticado com a doença em Ilhéus,

Prefeito Betão consegue ambulância para Lajedão através de emenda

Lajedão: O prefeito Betão, sempre preocupado com o bem-estar dos moradores de Lajedão, tem realizado uma excelente administração na cidade,

Mais de 93% do público-alvo de meninas ainda não foi vacinado

Mais de 93% do público-alvo de meninas da vacinação contra o vírus HPV ainda não foi imunizado na Bahia, segundo informações divulgadas

Faculdade Pitágoras sedia palestra para profissionais e acadêmicos

A Faculdade Pitágoras de Teixeira de Freitas sediará a palestra "Atuação do farmacêutico clínico em medicina esportiva, estética, endócrina

Familiares de Policial Militar pedem ajuda para doação de sangue em

Teixeira de Freitas: Familiares e amigos do Policial Militar Marcos Braz estão se mobilizando numa campanha para doação de sangue para o soldado

Uso frequente de celular e computador pode causar melasma

A radiação emitida pelos raios solares é a principal causa de melasma, que são as manchas escuras na pele, mas o uso frequente de objetos que

Referência Mundial: PMTF assina contrato com White Martins para

Teixeira de Freitas: O secretário Municipal de Saúde, Max Almeida, reuniu a imprensa na tarde desta quinta-feira (06/09) para informar as medidas

Nossos Apoiadores: