Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, divulgado nesta segunda-feira (3), aponta que 70,8% dos brasileiros aprovam a saída dos médicos cubanos do país. A decisão de deixar o Programa Mais Médicos foi anunciada por Cuba no mês passado, após exigências do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Foram entrevistadas 2.138 pessoas em 172 municípios de 26 estados e no Distrito Federal, entre 23 a 26 de novembro. Deste total, 24,8% desaprovaram a saída dos profissionais e outros 4,3% não souberam ou não responderam.

Para 54,7% da população, o responsável pela saída dos médicos foi o governo de Cuba, enquanto 27,6% apontam Bolsonaro como culpado. Outras pessoas creditaram a responsabilidade ao presidente Michel Temer (10,9%), aos próprios profissionais cubanos (1,8%) e aos médicos brasileiros (1,6%).

A pesquisa avaliou ainda a percepção quanto ao preenchimento das vagas antes ocupadas pelos cubanos no programa federal. Para 63,6% da população, elas serão totalmente preenchidas, enquanto 19,5% acham que serão parcialmente preenchidas e outros 13,3% acreditam que não será possível preencher as vagas.

Os médicos brasileiros foram avaliados por 56,7% dos entrevistados como mais preparados que os colegas do país caribenho. Para 31,7%, os profissionais são igualmente preparados. Já para 6,8% da população, os cubanos são mais preparados que os brasileiros. O levantamento foi realizado online e tem grau de confiança de 95% e margem estimada de erro de aproximadamente 2%.


Caixa instalada para mulheres abandonarem bebês nos EUA

A caixa, no quartel de bombeiros no Estado da Indiana, nos EUA, lembra mais um recipiente para cartas, mas, na verdade, é destinada a ter nela

Uma hora a mais de sono faz diferença?

Uma pesquisa recente mostra que a falta de sono afeta a memória e o desempenho no trabalho em áreas váriadas Muitos de nós fazemos isso.

O que é a neve preta que está caindo na Sibéria?

Cidade coberta por neve preta e tóxica fica próxima a uma mina de carvão Partes da cidade de Kiselyovsk, da região da Sibéria, na Rússia,

Distúrbios na visão, o sintoma muitas vezes ignorado da enxaqueca

Sintoma mais comum de doença que afeta 15% da população é a dor de cabeça, mas o que muitos não sabem é que ela pode se manifestar por meio de

Fevereiro roxo: entenda o lúpus, doença que afeta Selena Gomez

Doença autoimune causa inflamações na pele, articulações e órgãos; apesar de não ter cura, o lúpus pode ser tratado e paciente pode ter vida

Brasil corre risco de perder selo de erradicação do sarampo

O Brasil corre o risco de perder o certificado de erradicação do sarampo, obtido há três anos. Sem conseguir controlar a transmissão da

Prematuros apresentam mais risco de hidrocefalia

Mesmo com os avanços na medicina neonatal, os bebês que nascem prematuros (pré-termo), ou seja, com idade gestacional inferior a 37 semanas e

Fim do horário de verão: Como adaptar o corpo a essa mudança

O horário de verão chega ao fim neste sábado. Quem vive nos dez Estados e no Distrito Federal onde os relógios tiveram de ser adiantados há

Como fazer isotônico caseiro e saudável

Nutricionista norte-americana passa uma receita simples, prática e saudável de isotônico para você fazer em casa Inicialmente projetado para

Como o álcool altera nosso DNA e nos faz querer beber ainda mais

O consumo de grandes quantidades de álcool pode causar mudanças no DNA das pessoas, levando-as a ter ainda mais vontade de beber, segundo um

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: