A comunicação pode ser uma grande aliada na cama

Fazer esportes, subir escadas, dormir e... fazer sexo: nenhuma dessas coisas é igual aos 20 e aos 50 anos de idade.

Nosso corpo muda à medida que envelhecemos e as transformações físicas que vivemos também influenciam a sexualidade.

No entanto, nem tudo que vem com o envelhecimento é ruim: a partir de certa idade, contamos com mais habilidades comunicativas e menos inibições, o que pode ser uma grande vantagem na cama.

E independentemente da idade, há sempre coisas que podemos fazer para ter uma vida sexual melhor.

Apresentamos aqui uma lista com dicas facilmente aplicáveis, elaborada pela Escola de Medicina da Universidade Harvard, que apesar de mirar casais mais velhos, são úteis para pessoas de todas as idades.

Informe-se

É bom estarmos bem informados sobre os problemas que acreditamos ter

Há muito material de autoajuda disponível sobre problemas sexuais. Procure o que mais se aplica a você e garanta que vocês estejam bem informados.

Se parecer pesado falar disso cara a cara, vocês podem mostrar um ao outro as passagens que acharem mais interessantes.

Dê tempo ao tempo

À medida que envelhecemos, os reflexos sexuais ficam mais lentos. Por isso, demoramos mais a chegar ao orgasmo. É mais fácil conseguir "chegar lá" num ambiente confortável, tranquilo e sem interrupções.

Investir mais tempo em fazer amor pode nos levar a experiências sexuais novas.

Lubrifique-se

É comum que a transição para a menopausa seja acompanhada por secura vaginal, o que pode ser resolvido com gel lubrificante.

Eles são úteis para evitar relações sexuais dolorosas, que podem resultar em problemas de libido e tensão entre casais.

Seja uma pessoa afetuosa

Ainda que os problemas na cama preocupem o casal e gerem tensão, abraços e beijos são essenciais para manter vínculos emocionais e físicos.

Pratique o contato

Muitos terapeutas indicam técnicas de contato sensorial para recuperar a intimidade física sem sentir pressão.

A ideia é que o casal toque um ao outro enquanto cada um se concentra em suas percepções e sua sensualidade.

Experimente diferentes posições sexuais

Aumentar o repertório de posições, além de fazer o sexo ser mais interessante, pode ajudar a superar alguns problemas.

Certas posições tornam mais fácil que a mulher atinja o orgasmo.

Escreva suas fantasias

O negócio é explorar coisas que ache que serão excitantes para você ou para a pessoa com quem está.

Por exemplo, pense em situações que provoquem excitação e as descreva. Esse exercício é especialmente útil para casais com pouco desejo sexual.

Experimente fazer os exercícios de Kegel

Os exercícios de Kegel servem para fortalecer os músculos pélvicos.

Em que consistem? É só contrair os músculos que usamos quando tentamos segurar o xixi: mantê-los contraídos por dois ou três segundos e relaxá-los. Faça cinco séries de dez repetições por dia.

Isso vai melhorar sua condição física para o sexo.

Relaxe

Faça algo que te acalme e que te faça sentir bem antes de começar uma relação sexual, como sair para jantar ou praticar exercícios de relaxamento, como os de respiração.

Vibradores

Os vibradores podem ajudar as mulheres a se conhecerem melhor sexualmente, assim podem dizer à outra pessoa o que as agrada.

Não se renda

Se mesmo tentando tudo isso a situação não melhorar, não entre em desespero. Procure seu médico para que ele possa ajudar ou indique um terapeuta sexual que identifique o que está te privando de ter uma boa vida sexual.

Fonte: BBC News


Quem dorme menos de 6 horas tem mais chances de ter problemas de

Quem dorme menos de 6 horas por noite tem maior risco de aterosclerose - um acúmulo de placas nas artérias por todo o corpo, diz pesquisa Um

A ultrassom portátil que promete revolucionar medicina

Um ultrassom portátil de baixo custo e que pode ser conectado ao smartphone é uma das novas apostas tecnológicas para revolucionar a medicina

Estudo mostra que exposição a ar poluído gera maior risco de

Mulheres grávidas expostas a altos níveis de poluição do ar - mesmo que por um curto tempo - têm uma chance bem maior de sofrer aborto

Febre amarela: 2 pessoas morrem e 6 estão internadas com suspeita

Sorocaba - Dois homens morreram em pouco mais de uma semana com suspeita de febre amarela, em Eldorado, no Vale do Ribeira, região sul do Estado

Funcionária de hospital fica ferida após explosão de equipamento

Uma funcionária do Hospital São José, em Ilhéus, ficou ferida após um equipamento de esterilização de utensílios explodir dentro do centro

Secretaria de Teixeira intensifica ações de combate a dengue

Teixeira de Freitas: A reunião técnica de planejamento para o enfrentamentos da Dengue, Zika e Chikunugya neste verão, aconteceu na sede da

Saiba como se prevenir do sol forte e evitar câncer de pele

O bronzeado forte é sinal de agressão à pele. Cuidado no verão! O câncer da pele é o mais comum entre os variados tipos dessa doença. E o

As vacinas do calendário de adultos estão abaixo da meta

Desde 2004, Ministério da Saúde estabeleceu calendário de vacinação de adultos. Falta de informação e taxa de abandono são principais

Mais Médicos: termina nesta quinta prazo para brasileiros se

1.707 profissionais que escolheram locais de atuação devem comparecer às prefeituras. Termina nesta quinta-feira (10) o prazo para médicos

HTLV-1, vírus pouco conhecido que atinge mais de 800 mil brasileiros

Quando era criança, a estudante de Teologia Erika Grace Piva Archanjo, hoje com 31 anos, tropeçava e caía com frequência, acidentes que ela e

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: