Nos últimos anos, os avanços da oncologia revolucionaram a forma de tratar o câncer. Em 2018, dois pesquisadores ganharam o Prêmio Nobel de Medicina por seus estudos com a imunoterapia, um tratamento inovador que usa o próprio sistema imunológico do indivíduo para combater tumores. Com a evolução da pesquisa ligada ao sequenciamento do genoma humano, uma nova perspectiva foi aberta nos ramos da oncogenética e da oncologia de precisão, com testes e terapias personalizados para cada paciente. O Caminhos da Reportagem vai mostrar as conquistas da medicina que afastam o diagnóstico da doença de uma sentença de morte.

Diretamente de Quioto, no Japão, o pesquisador premiado com o Nobel da Medicina, Tasuku Honjo, conversou com nossa equipe sobre as vantagens da imunoterapia. “Primeiro, a imunoterapia tem muito menos efeitos colaterais. A segunda vantagem é que o seu efeito dura mais tempo. Em terceiro lugar, esse tratamento é eficaz em praticamente todos os tipos de câncer”, enumera. Para ele, a imunoterapia será a principal droga para o tratamento de câncer no futuro: “Exatamente como aconteceu com a penicilina. Inicialmente ela não curou todas as doenças infecciosas, porém uma série subsequente de antibióticos, finalmente conseguiu banir quase todas as principais doenças infecciosas na nossa sociedade. É isso que espero”.  

A imunoterapia foi a última alternativa no tratamento do jornalista David Coimbra, que descobriu um câncer no rim já com metástase para os ossos. “O médico disse: olha, se tudo der certo, você tem mais cinco anos no máximo”. O prazo já passou e os tumores de David regrediram graças à terapia, que ele teve acesso ao ser selecionado para participar de um estudo clínico em Boston, nos Estados Unidos.

No caso de Dayane Sant’Anna, funcionária pública, a melhor alternativa apontada pelos médicos foi uma cirurgia preventiva, como a realizada pela atriz Angelina Jolie, em 2013. Um mapeamento genético mostrou que Dayane possui a mesma mutação da estrela de Hollywood, que aumenta em 87% a chance de desenvolver câncer de mama. Após curar um tumor, ela se prepara para enfrentar uma mastectomia bilateral para afastar de vez a doença: “Quando a gente se dá conta da finitude, a gente percebe que ou a gente aproveita isso agora ou a gente não sabe o dia de amanhã. A gente não sabe o que vem depois. Então, o momento é agora”.   

A aposta dos médicos é que a ciência caminha para descobrir novas formas de prevenção e tratamentos menos invasivos, que permitam ao paciente conviver com a doença. “Eu acho que nesse dia vai ser difícil morrer de câncer. Ele é uma doença vinculada à evolução da espécie, nunca vai desaparecer o câncer da nossa  vida. Mas que a gente pode derrotá-lo? Ah, pode”, aposta Bernardo Garicochea, especialista da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica.  

Fonte: TV Brasil/ EBC


Número de casos de sarampo sobe para 20 na Bahia

Foram confirmados, nesta quinta-feira, 10, 11 novos casos de sarampo na Bahia. De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), cinco foram

Fechamento de maternidade leva à morte de bebês e caso para na

O fechamento da Maternidade Ester Gomes tem causado conflitos em Itabuna, a 317 quilômetros de Salvador. Na manhã desta quarta-feira, 9,

Começou nesta segunda a Campanha de Vacinação contra o sarampo.

Teixeira de Freitas: Começou nesta segunda-feira (7), a campanha nacional de vacinação contra o sarampo de 2019. A vacina tríplice viral, que

800 pessoas atendidas no mutirão de oftalmologia em Caravelas

Caravelas: A ação é uma parceria entre o município de Caravelas e o Governo do Estado da Bahia, por meio do Projeto Visão Sem Fronteiras.

Começa na segunda-feira (7) a campanha de vacinação contra o

Teixeira de Freitas: Começa na próxima segunda-feira (7), a campanha nacional de vacinação contra o sarampo de 2019. A vacina tríplice viral,

Policlínica anuncia suspensão de atendimentos para Conquista e

Atendimentos para moradores de Vitória da Conquista e Itapetinga, no sudoeste, devem ficar suspensos na Policlínica Regional de Saúde a partir

Especialista dá dicas sobre como cuidar da saúde cardiovascular

Neste domingo, 29, é lembrado o Dia Mundial do Coração. A data tem o objetivo de alertar e conscientizar a população sobre a importância de

Bahia é 8º no ranking de doação de órgãos

Com redução de 75% para 55% em negativa familiar para doações, nos últimos dois anos, e aumento de 13,39% no número de transplantes

ONU diz que cerca de 7 mil recém-nascidos morrem diariamente

Relatório divulgado por agências das Nações Unidas estima que quase 7 mil bebês morrem todos os dias antes de completar um mês de vida, e

A importância das proteínas para a saúde dos músculos

Quem acompanha personal trainers e influenciadores fitness nas redes sociais já deve ter reparado que, além de muitos exercícios físicos, a

Nossos Apoiadores: