Nos últimos anos, os avanços da oncologia revolucionaram a forma de tratar o câncer. Em 2018, dois pesquisadores ganharam o Prêmio Nobel de Medicina por seus estudos com a imunoterapia, um tratamento inovador que usa o próprio sistema imunológico do indivíduo para combater tumores. Com a evolução da pesquisa ligada ao sequenciamento do genoma humano, uma nova perspectiva foi aberta nos ramos da oncogenética e da oncologia de precisão, com testes e terapias personalizados para cada paciente. O Caminhos da Reportagem vai mostrar as conquistas da medicina que afastam o diagnóstico da doença de uma sentença de morte.

Diretamente de Quioto, no Japão, o pesquisador premiado com o Nobel da Medicina, Tasuku Honjo, conversou com nossa equipe sobre as vantagens da imunoterapia. “Primeiro, a imunoterapia tem muito menos efeitos colaterais. A segunda vantagem é que o seu efeito dura mais tempo. Em terceiro lugar, esse tratamento é eficaz em praticamente todos os tipos de câncer”, enumera. Para ele, a imunoterapia será a principal droga para o tratamento de câncer no futuro: “Exatamente como aconteceu com a penicilina. Inicialmente ela não curou todas as doenças infecciosas, porém uma série subsequente de antibióticos, finalmente conseguiu banir quase todas as principais doenças infecciosas na nossa sociedade. É isso que espero”.  

A imunoterapia foi a última alternativa no tratamento do jornalista David Coimbra, que descobriu um câncer no rim já com metástase para os ossos. “O médico disse: olha, se tudo der certo, você tem mais cinco anos no máximo”. O prazo já passou e os tumores de David regrediram graças à terapia, que ele teve acesso ao ser selecionado para participar de um estudo clínico em Boston, nos Estados Unidos.

No caso de Dayane Sant’Anna, funcionária pública, a melhor alternativa apontada pelos médicos foi uma cirurgia preventiva, como a realizada pela atriz Angelina Jolie, em 2013. Um mapeamento genético mostrou que Dayane possui a mesma mutação da estrela de Hollywood, que aumenta em 87% a chance de desenvolver câncer de mama. Após curar um tumor, ela se prepara para enfrentar uma mastectomia bilateral para afastar de vez a doença: “Quando a gente se dá conta da finitude, a gente percebe que ou a gente aproveita isso agora ou a gente não sabe o dia de amanhã. A gente não sabe o que vem depois. Então, o momento é agora”.   

A aposta dos médicos é que a ciência caminha para descobrir novas formas de prevenção e tratamentos menos invasivos, que permitam ao paciente conviver com a doença. “Eu acho que nesse dia vai ser difícil morrer de câncer. Ele é uma doença vinculada à evolução da espécie, nunca vai desaparecer o câncer da nossa  vida. Mas que a gente pode derrotá-lo? Ah, pode”, aposta Bernardo Garicochea, especialista da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica.  

Fonte: TV Brasil/ EBC


Exame aponta que turista adolescente que morreu em Porto Seguro tinha

Porto Seguro: A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Seguro confirmou, na noite desta segunda-feira (15), que a morte da estudante paulista

UBS realiza avaliação física de atletas teixeirenses

A Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas, por meio da Unidade Básica de Saúde do bairro Redenção, realizou na tarde desta segunda-feira

Instituto vai habilitar cirurgiões para procedimentos robóticos

Incisões reduzidas, menor sangramento e recuperação mais rápida do paciente são algumas das vantagens da cirurgia robótica, tecnologia na

Importante medicamento para bebês prematuros passa a ser

A Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI) de Teixeira de Freitas foi integrada no pólo de referência para a aplicação da Palivizumabe, que é

Os sintomas do sarampo, doença que pode matar reincidente no Brasil

O sarampo pode gerar complicações graves especialmente em crianças Apesar de existir uma vacina segura e barata contra a doença, o sarampo

América Latina e Caribe vivem "epidemia de obesidade"

25% da população e 60% dos habitantes têm sobrepeso na região do estudo América Latina e Caribe são vítimas de uma "epidemia de obesidade",

ACE’s recebem treinamento para realizar trabalho com tablet’s

Teixeira de Freitas: O trabalho dos Agentes de Combate à Endemias (ACE) de Teixeira de Freitas ganhou mais agilidade. Após a capacitação, que

Insulina inalável pode ajudar no tratamento do diabetes

Maioria dos pacientes mantém doença fora de controle, diz médico A recente liberação da insulina inalável (03/06) marca a passagem do Dia

Médicos têm até hoje para se apresentar nos muncípios

Reforço beneficiará mais de 6 milhões de pessoas Encerra hoje (28) o prazo para que os profissionais do Programa Mais Médicos se apresentem

Prefeito Temóteo inaugura UBS Liberdade II em Teixeira de Freitas

Teixeira de Freitas: Mais uma entrega importante na área da saúde para a população teixeirense. A Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas

Nossos Apoiadores: